fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Roberto Bautista Agut, Lukas Rosol, Victor Estrella Burgos, ATP 250 de MuniqueCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Roberto Bautista Agut, Lukas Rosol, Victor Estrella Burgos, ATP 250 de MuniqueCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Roberto Bautista Agut, Lukas Rosol, Victor Estrella Burgos, ATP 250 de Muniquetênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0430_munique_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0430_munique_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Em jogo com provocações, Murray vence 1ª do dia
02/05/2015 às 07h30
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/murray/0430_munique_vibra_int.jpg" title="Murray enfrenta Bautista em rodada dupla neste sábado" />

Murray enfrenta Bautista em rodada dupla neste sábado

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Munique (Alemanha) - O britânico Andy Murray passou pelo primeiro compromisso em um sábado que promete ser cheio no ATP 250 de Munique. Com o adiamento dos jogos de sexta-feira por conta da chuva, o cabeça de chave 1 fará rodada em busca da primeira final no saibro e ainda disputa a semifinal da chave de duplas.

Diante do tcheco Lukas Rosol, 41º, Murray utilizou a provocação do rival para conseguir a virada, assim como fez na semifinal do Australian Open contra outro tcheco, Tomas Berdych. O número 3 do mundo marcou 4/6, 6/3 e 6/2 e enfrenta no início da tarde em Munique o espanhol Roberto Bautista, 16º. O cabeça 3 fez um jogo atípico contra o dominicano Victor Estrella, 51º, vencendo por 4/6, 6/0 e 6/0.

Murray desperdiçou boa vantagem de 4/1 no primeiro set e depois de fechar a parcial o tcheco teria esbarrado no rival intencionalmente ao se dirigir à cadeira. Em outro momento, quando Rosol esperava para sacar e conversava com o árbitro Cedric Mourier, a transmissão captou o britânico se dirigindo ao tcheco e dizendo: “Ninguém gosta de você no circuito, todo mundo te odeia”.

Intencional ou não, a provocação de Rosol não funcionou – assim como para Berdych, em janeiro. Murray manteve o foco e a partir da metade do segundo set esteve sempre à frente, sem permitir reação do tcheco, que agora amarga sequência de 12 derrotas contra top 10.

Sua última vitória contra jogadores desse grupo foi na eliminação surpreendente do espanhol Rafael Nadal, em Wimbledon-2012. Jogando pela primeira vez como cabeça 1 em um torneio no saibro, Murray segue em busca de final inédita. Apesar de bons resultados na superfície, como duas semifinais em Roland Garros, ele nunca decidiu um título na terra batida.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
1xBet