fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Orlando Luz, Germain Gigounon, Guido Pella, Blaz Rola, ChallengerCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Orlando Luz, Germain Gigounon, Guido Pella, Blaz Rola, ChallengerCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Orlando Luz, Germain Gigounon, Guido Pella, Blaz Rola, Challengertênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/orlandinho/0425_santos_toss_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/orlandinho/0425_santos_toss_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Orlandinho sofre com saque e fica na semi
25/04/2015 às 15h54
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/orlandinho/0425_santos_toss_int.jpg" title="Orlandinho enfrentou 14 chances de quebra na partida" />

Orlandinho enfrentou 14 chances de quebra na partida

Foto: João Pires/Fotojump
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Santos (SP) - A campanha no primeiro challenger da carreira de Orlando Luz chegou ao fim neste sábado. O jovem gaúcho de 17 anos acabou sendo superado na semifinal do torneio de US$ 50 mil de Santos, ao sofrer duplo 6/3 do belga Germain Gigounon, 251º colocado e algoz do gaúcho André Ghem.

Em 1h14 de disputa, Orlandinho teve dificuldades no saque, especialmente o segundo serviço, com o qual venceu apenas oito pontos em 29 disputados. Vulnerável, o gaúcho de Carazinho acabou enfrentando 14 break points na partida e sofrendo três quebras.

Gigounon abriu vantagem no quinto game, quando conseguiu sua primeira quebra na partida. Orlandinho teve suas duas únicas chances de quebra no oitavo game, mas não conseguiu o empate. Na sequência, o jovem gaúcho voltou a perder o saque ao cometer uma dupla-falta no set point.

Logo no começo do segundo set, Orlandinho venceu um longo game de saque, mas não evitou a quebra no sexto game, que deixou o adversário com a confortável vantagem de 4/2 para não ser mais ameaçado até o final da partida.

Na final deste domingo, Gigounon enfrenta o esloveno Blaz Rola, cabeça 2 e 112º do mundo, que venceu o argentino Guido Pella, 163º colocado, por 6/3, 3/6 e 6/1 em 2h01 de jogo neste sábado.

Apesar da eliminação, Orlandinho comemora o salto no ranking. Número 2 do mundo como juvenil e atual 964º colocado como profissional, ele soma 29 pontos que o farão ganhar mais de 300 posições e ficar perto do 620º lugar. Na próxima semana, ele vai à capital paulista para disputar seu segundo challenger na carreira, nas quadras de saibro do Clube Paineiras do Morumby.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio
ProSpin