fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Orlando Luz, Augustin Velotti, Blaz Rola, Guido Pella, Maximo GonzalezCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Orlando Luz, Augustin Velotti, Blaz Rola, Guido Pella, Maximo GonzalezCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Orlando Luz, Augustin Velotti, Blaz Rola, Guido Pella, Maximo Gonzaleztênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/orlandinho/0423_santos_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/orlandinho/0423_santos_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Orlandinho vence após cinco games e 22 minutos
24/04/2015 às 19h22
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/orlandinho/0423_santos_back_int.jpg" title="Orlandinho terá rival belga na semifinal" />

Orlandinho terá rival belga na semifinal

Foto: João Pires/Fotojump
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Santos (SP) - Escalado para fazer a partida nobre da rodada desta sexta-feira no challenger de Santos, o gaúcho Orlando Luz jogou por apenas cinco games e 22 minutos quando contou com a desistência do argentino Augustin Velotti, 418º do ranking mundial.

Orlandinho vencia o jogo por 5/0, tendo quebrado o saque do adversário três vezes e vencido 23 pontos contra 12 de Velotti. O argentino não chegou a pedir nenhum atendimento médico durante o rápido jogo, mas vinha com baixo aproveitamento de primeiro saque, e de aproveitamento de pontos no serviço. A diferença na potência dos golpes também era nítida.

Velotti vinha de um jogo de 2h44 na última quinta-feira contra o também argentino Maximo González, 96º colocado e cabeça 1 em Santos. Durante a última partida, ele teve uma queda em quadra e lesionou o 1º dedo da mão esquerda, ficando impossível bater o backhand com duas mãos. Vellotti também desistiu do challenger de São Paulo na próxima semana e retorna à Argentina, para se recuperar.

Vice-líder do ranking mundial juvenil e atual 964º no ranking profissional, Orlandinho terá enorme evolução na tabela com os 29 pontos somados nesta semana. O gaúcho de 17 anos deve saltar mais de 300 posições e ficar perto do 620º lugar.

Neste sábado, não antes das 13h30, Orlandinho mede forças com o belga Germain Gigounon, 251º colocado e algoz do gaúcho André Ghem. Se vencer, o gaúcho soma 48 pontos e salta para perto do 525º lugar com 61 ao todo. Um eventual título rende 80 pontos e um lugar entre os 430 melhores.

A programação das semifinais começa às 11h30, com o duelo entre o argentino Guido Pella, 163º colocado, e o esloveno Blaz Rola, 112º do mundo. Pella ainda joga a final de duplas às 15h ao lado do compatriota Andres Molteni. Os rivais são o também argentino Maximo González e o venezuelano Roberto Maytin.

Convite para São Paulo - Além da boa campanha no primeiro challenger que disputa na carreira, Orlandinho teve outra boa notícia nesta sexta-feira, ele recebeu convite para o São Paulo Challenger de Tênis, que será disputado na semana que vem, nas quadras de saibro do Clube Paineiras do Morumby. Ele será o sétimo brasileiro na chave.

"No primeiro momento, antes de jogar em Santos, planejamos o quali em São Paulo para pegar mais ritmo, mas com esse bom resultado, mudamos de ideia e acabou sendo um prêmio pela vitórias que conquistei nesta semana", comemorou o jovem tenista. 

Últimas notícias
Comentários
Loja - livros
Suzana Silva
ProSpin