fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Ferrer, Philipp Kohlschreiber, Fabio Fognini, Pablo Andujar, ATP 500 de BarcelonaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Ferrer, Philipp Kohlschreiber, Fabio Fognini, Pablo Andujar, ATP 500 de BarcelonaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Ferrer, Philipp Kohlschreiber, Fabio Fognini, Pablo Andujar, ATP 500 de Barcelonatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/ferrer/0423_barcelona_foreterm_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/ferrer/0423_barcelona_foreterm_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Ferrer volta a passar por altos e baixos e faz semi
24/04/2015 às 13h38
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/ferrer/0423_barcelona_foreterm_int.jpg" title="Espanhol tenta quinta final em Barcelona" />

Espanhol tenta quinta final em Barcelona

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Barcelona (Espanha) - O espanhol David Ferrer pode não estar em sua semana mais segura, mas continua vivo no ATP 500 de Barcelona. Pelo terceiro jogo seguido, o número 5 do mundo se viu em desvantagem na segunda parcial, mas conseguiu avançar à semifinal ainda sem perder sets. A vítima desta sexta-feira foi o alemão Philipp Kohlschreiber, 25º, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-5), em 1h44 de jogo.

Neste sábado, o número 8 do mundo tenta alcançar a quinta final em Barcelona. Vice-campeão diante do compatriota Rafael Nadal em 2008-09 e 2011-12, ele enfrenta outro espanhol, Pablo Andujar, que eliminou o italiano Fabio Fognini, algoz de Nadal.

Ferrer foi melhor no primeiro set, mesmo já demonstrando breve oscilação no final. O atleta de Javea perdeu o serviço ao sacar em 4/2, mas se recuperou vencendo os dois games seguintes, fechando a parcial em 37 minutos.

A queda de intensidade que tem virado rotina nesta semana voltou a afetar o espanhol no segundo set. Se na estreia ele saiu de 1/3 e nas oitavas precisou reverter 0/4, nesta sexta Ferrer viu Kohlschreiber ter uma quebra de vantagem por três vezes quando perdeu a regularidade. No tiebreak, o top 10 não deixou a oportunidade escapar depois de um erro não forçado de forehand do alemão e foi mais agressivo até o final.

Com o resultado, Ferrer amplia o retrospecto contra o alemão para 10 a 3 e não perde desde 2008 (sete triunfos no período). O jogador de 33 anos, campeão em Doha, Rio de Janeiro e Acapulco nesta temporada, soma 26 vitórias em 30 jogos e só caiu uma vez para um jogador fora do top 5 neste ano (Bernard Tomic, em Indian Wells).

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
1xBet