fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/teliana/0414_bogota_fore_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/teliana/0414_bogota_fore_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Teliana derrota top 30 e decide WTA de Bogotá
18/04/2015 às 14h32
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/teliana/0414_bogota_fore_int.jpg" title="Teliana retorna ao grupo das top 100 do ranking" />

Teliana retorna ao grupo das top 100 do ranking

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Bogotá (Colômbia) - A pernambucana Teliana Pereira marcou mais um feito histórico para o tênis feminino brasileiro neste sábado, ao derrotar a ucraniana Elina Svitolina, número 27 do ranking, e avançar para a final do WTA de Bogotá. O placar foi de 7/6 (9-7 no tiebreak) e 6/3. A adversária só será conhecida no final do sábado.

Esta será a primeira final de uma brasileira em torneios de primeira linha do circuito feminino desde que a gaúcha Niege Dias conquistou o WTA de Barcelona, em 1988. Teliana também já havia quebrado marcas para a primeira top 100 e a primeira a disputar torneios de Grand Slam em mais de 20 anos.

A partida foi extremamente equilibrada no primeiro set, com as duas jogadoras mantendo serviços com empenho. Teliana não apenas se mostrou firme no fundo de quadra, como também mostrou boa variação com subidas à rede repentinas. Teliana encarou perigosos 0-30 e 15-30 nos games finais e também ficou atrás do placar durante o tiebreak. Mas manteve a cabeça fria, lutou muito e conseguiu a quebra definitiva.

Svitolina pareceu sentir o momento e passou a mostrar falta de condição física. Determinada e regular, Teliana abriu rapidamente 3/0 no segundo set. Só então a ucraniana conseguiu retomar o jogo. A brasileira ainda fez 4/1, mas no sétimo game mostrou ansiedade, cometeu erros e perdeu o saque. Daí foi a vez da ucraniana tremer, permitiu nova quebra e, com 5/3, Teliana salvou break-points com coragem até atingir quatro match-points e enfim comemorar.

Com a espetacular campanha, Teliana deverá voltar a ocupar um posto entre as top 100, devendo avançar para o 99º lugar na lista da próxima segunda-feira. Caso conquiste o título, irá ao 81º posto e ultrapassará sua melhor marca pessoal, que foi o 87º lugar.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG
ProSpin