fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Janko Tipsarevic, Guilherme Clezar, Santiago Giraldo Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Janko Tipsarevic, Guilherme Clezar, Santiago Giraldo Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Janko Tipsarevic, Guilherme Clezar, Santiago Giraldo tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/tipsarevic/0407_houston_punhocerrado_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/tipsarevic/0407_houston_punhocerrado_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Tipsarevic: 'Era um jogo que eu precisava vencer'
08/04/2015 às 10h43
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/tipsarevic/0407_houston_punhocerrado_int.jpg" title="Sérvio salvou dois match points contra Clezar" />

Sérvio salvou dois match points contra Clezar

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Houston (EUA) - A terça-feira foi especial para o sérvio Janko Tipsarevic desde a manhã, quando acordou com mais de 50 mensagens de “boa sorte” de amigos e familiares, até a noite, quando voltou a disputar um torneio depois de 18 meses. Os contornos dramáticos que a partida com o gaúcho Guilherme Clezar tomou só aumentaram a vontade do ex-top 10 no ATP 250 de Houston.

“Na minha cabeça, não sinto que estive longe por tanto tempo. Sinto que esse era um jogo que eu precisava vencer. Eu estava preparado e fisicamente em forma”, disse Tipsarevic. Na estreia depois de 533 dias sem jogar, ele lutou por 2h40, salvou dois match points e levou a melhor com parciais de 6/4, 3/6 e 7/6 (9-7).

O sérvio lembra o sufoco do set decisivo, em que teve uma quebra de vantagem no início e depois enfrentou os match points no tiebreak. “Não tinha confiança para o jogo, mas salvar match points com forehands na paralela talvez tenham provado o contrário. Eu senti que tinha que vencer esse jogo e ficaria muito triste se não conseguisse”.

Tipsarevic passou por duas cirurgias no pé esquerdo em 2014 para a retirada de tumores benignos. Depois da longa batalha na estreia, o jogador de 30 anos brincou sobre sua condição física. “Estou com dor em todo lugar, mas o pé está bom”.

O sérvio terá um dia de “descanso” e volta a jogar na quinta-feira, diante do colombiano Santiago Giraldo, 32º do mundo e cabeça de chave 5. Nesta quarta, porém, ele entra em quadra pela chave de duplas, ao lado do alemão Philipp Petzschner, e desafia a parceria número 1 do mundo, Bob e Mike Bryan.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
HandDry