fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad Maia, Polona Hercog, Sara Errani, Rio Open, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad Maia, Polona Hercog, Sara Errani, Rio Open, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad Maia, Polona Hercog, Sara Errani, Rio Open, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/bia/0219_rio_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/bia/0219_rio_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Bia atropela cabeça 7 e se aproxima do top 200
19/02/2015 às 12h22
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/bia/0219_rio_vibra_int.jpg" title="Bia mostrou tranquilidade e anotou quatro aces " />

Bia mostrou tranquilidade e anotou quatro aces

Foto: Divulgação/Agif
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Numa manhã em que a adversária não jogou como uma top 80 do ranking, a canhota paulista Beatriz Haddad Maia garantiu sua maior campanha da carreira, ao atingir as quartas de final do Rio Open, torneio de nível WTA com US$ 250 mil de premiação. Bia marcou fáceis 6/1 e 6/2, em jogo de apenas 69 minutos e disputado sob sensação términa próxima dos 38 graus.

Se a lógica prevalecer, Bia terá como adversária desta sexta-feira a duas vezes finalista de Roland Garros, a italiana Sara Errani. Cabeça 1 no saibro do Jockey Club, a ex-número 5 do ranking que hoje ocupa o 16º lugar jogará à tarde diante da também especialista espanhola Lourdes Dominguez, 106ª colocada.

A inédita campanha em torneio de primeira linha do circuito coloca Bia muito perto do grupo das 200 primeiras do ranking. Depois de uma temporada de recuperação em 2014, após acidente e cirurgia de hérnia de disco, ela entrou na semana como 234ª colocada, apenas duas posições pior que seu melhor ranking. A estimativa é que a brasileira passe a ocupar entre o 202º e o 204º posto com os pontos acumulados até aqui.

A partida contra Hercog, de 24 anos e que já esteve na faixa das top 35, foi bem menos exigente do que se esperava. A eslovena se mostrou muito pouco consistente no fundo de quadra, tendo até mesmo de apelar para bolas muito altas para tentar se manter na disputa de alguns pontos. Bia enquanto isso sacou bem, usou bolas anguladas e aproveitou para atacar e até mesmo subir à rede sempre que possível.

Com esse conjunto, a vida da paulista foi tranquila no primeiro set, a ponto de perder apenas três lances em seus games de serviço e só um com o primeiro saque. Uma queba prematura no segundo set ajudou muito, apesar de Hercog ter dado mais trabalho. Bia perdeu duas oportunidades de quebra antes de enfim fazer 5/2 e daí sacou com traquilidade, fechando com seu quarto ace.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series