fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Beatriz Haddad Maia, Laura Pigossi, Rio Open, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Beatriz Haddad Maia, Laura Pigossi, Rio Open, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Teliana Pereira, Beatriz Haddad Maia, Laura Pigossi, Rio Open, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/duplas/teliana_bia_rio_cumprimentam_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/duplas/teliana_bia_rio_cumprimentam_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Bia e Teliana avançam na dupla, Laura é eliminada
18/02/2015 às 21h17
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/duplas/teliana_bia_rio_cumprimentam_int.jpg" title="Bia e Teliana jogaram juntas pela primeira vez" />

Bia e Teliana jogaram juntas pela primeira vez

Foto: Divulgação/Agif
Felipe Priante
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Três brasileiras entraram em ação nesta quarta-feira pela chave de duplas, no Rio Open, duas delas lado a lado. A pernambucana Teliana Pereira e a paulista Beatriz Haddad Maia tiveram um jogo apertado com a taiwanesa Chin-Wei Chan e Raluca Olaru, cabeças de chave número 2, vencendo em sets diretos e dois tiebreaks, com placar final de 7/6 (7-2) e 7/6 (7-4), depois de 1h57 de partida.

Jogando juntas pela primeira vez, Bia e Teliana garantiram vaga nas quartas de final, tendo agora pela frente a romena Elena Bogdan e a norte-americana Nicole Melichar, que derrubaram a parceria sul-americana da argentina Tatiana Bua e da venezuelana Andrea Gamiz.

“A gente não conversou muito antes do jogo, mas como já temos bastante noção de como uma joga não teve problema, o importante é cada uma fazer o que gosta na quadra. Eu tenho mais essa parte regular e ela com potência é uma coisa legal”, comentou Teliana.

Bia se mostrou otimista quanto às chances da parceria ir longe por ver a dupla feminina ser mais imprevisível. “Não sei se é porque não temos menos habilidade, o jogo oscila muito. Tem dupla que nem tem o melhor tênis, mas a sintonia rola e elas ganham uma semana”, comentou a paulista.

Quem não teve a mesma sorte foi a paulista Laura Pigossi, que já havia superado a estreia, mas falhou em garantir o lugar nas semifinais. Ela e a montenegrina Danka Kovinic perderam para a belga Ysaline Bonaventure e a sueca Rebecca Peterson, algozes de Gabi Cé/Paula Gonçalves, em três sets, com placar final de 6/4, 3/6 e 12-10.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series