fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Julian Knowle, Pablo Andujar, Oliver Marach, Robert FarahCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Julian Knowle, Pablo Andujar, Oliver Marach, Robert FarahCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Julian Knowle, Pablo Andujar, Oliver Marach, Robert Farahtênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/0218_rio_dor_780_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/0218_rio_dor_780_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Com dor lombar, Melo não passa da estreia
18/02/2015 às 18h50
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/0218_rio_dor_780_int.jpg" title="" />
Felipe Priante
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - O mineiro Marcelo Melo voltou a enfrentar problemas físicos depois de mais de um ano e por isso acabou eliminado na estreia no Rio Open. Cabeça de chave número 3 ao lado do austríaco Julian Knowle, os dois foram derrotados em sets diretos pelo espanhol Pablo Andújar e o austríaco Olivier Marach com o placar final de 6/0 e 6/3, depois de 1h13 de confronto.

“Eu treinei normal a semana toda, hoje foi a mesma coisa, mas quando fui tomar banho senti a lombar ao abaixar para pegar o tênis. Fiz tratamento antiinflamatório e todas essas coisas, mas não deu certo”, lamentou o duplista mineiro. “Eu nem consegui levar a raquete pra quadra”, completou Marcelo.

Aparentando dores na região lombar, Melo chegou a receber atendimento duas vezes, mas não acabou sendo o suficiente. A primeira intervenção veio no 5/0 do primeiro set.  Apesar do placar elástico e do “pneu” sofrido, a dupla austro-mineira fez uma parcial equilibrada. Se eles sofreram três quebras, tiveram quatro break-points negados.

No segundo set, Melo e Knowle chegaram a liderar, abrindo 2/0 logo de cara. Mas o problema físico do mineiro e o dia não muito inspirado do parceiro austríaco acabaram atrapalhando. No quarto game, Andújar e Marach devolveram a quebra, repetindo o feito no sexto. Os cabeças de chave 3 ainda tiveram seis break-points nos games finais, mas não tiveram sucesso e foram eliminados.

Um dos motivos que fez Melo seguir entrar em quadra mesmo com o problema foi o fato de estar jogando dentro de casa e com a torcida. “São apenas duas ou três oportunidades que temos de jogar aqui se temos a Copa Davis”, explicou o mineiro, que apesar da lesão pretende ir para Acapulco na próxima semana. “Acho que é questão de dois ou três dias de recuperação e não vou treinar até lá, mas os planos seguem os mesmos de antes”, finalizou.

Os algozes da parceria austro-mineira terão pela frente a duplas 100% brasileira formada pelo mineiro André Sá e o paulista João Souza, o Feijão. O confronto acontecerá nesta quinta-feira à noite, depois de um tempo de descanso para Andújar, que às 19h encara o italiano Fabio Fognini pela segunda rodada de simples.

Também nesta quarta-feira, os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal garantiram sua primeira vitória na chave. Atuais campeões no Rio e vindos de título em São Paulo, Farah e Cabal derrotaram a dupla do também colombiano Santiago Giraldo com o espanhol Albert Ramos por 6/4 e 6/3 e agora enfrentam os argentinos Carlos Berlocq e Leonardo Mayer.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series