fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Ferrer, Pablo Cuevas, Nicolas Almagro, Daniel Gimeno-Traver, Rio OpenCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Ferrer, Pablo Cuevas, Nicolas Almagro, Daniel Gimeno-Traver, Rio OpenCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
David Ferrer, Pablo Cuevas, Nicolas Almagro, Daniel Gimeno-Traver, Rio Opentênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/ferrer/0217_rio_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/ferrer/0217_rio_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Rio Open
Ferrer confirma no Rio, Cuevas ganha mais uma
17/02/2015 às 21h42
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/ferrer/0217_rio_back_int.jpg" title="Ferrer busca seu segundo título desta temporada" />

Ferrer busca seu segundo título desta temporada

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) - Mesmo sem ter uma atuação de gala, o cabeça 2 David Ferrer venceu com sobras o duelo nacional contra Daniel Gimeno e, com parciais de 6/4 e 6/3, avançou nesta terça-feira para a segunda rodada do Brasil Open.

Seu adversário nas oitavas de final será o holandês Thiemo de Bakker, vindo do qualificatório e que virou em cima de Guilherme Clezar na noite de segunda-feira. Os dois se cruzaram em Doha, no mês passado, e Ferrer ganhou de virada.

Quase ao mesmo tempo, o uruguaio Pablo Cuevas, agora 23º do mundo após o título em São Paulo no domingo, virou em cima do espanhol Nicolas Almagro, por 4/6, 6/3 e 6/4.

Para marcar sua terceira vitória seguida contra Gimeno, hoje o número 99 do ranking, Ferrer precisou de consistência e alguma variedade. Não teve um primeiro set espetacular, mas salvou as duas chances de quebra que permitiu ao compatriota e só converteu um dos nove break-points que obteve. Mas foi suficiente.

Na outra série, Ferrer saiu na frente mas permitiu reação de Gimeno. Porém o estilo excessivamente defensivo não permitiu muitas aventuras. Para piorar, acertou apenas 46% do primeiro saque e com isso levou outra quebra. A partida durou 1h30.

Cuevas e Almagro também fizeram uma partida em que ambos sacaram abaixo da média - o uruguaio acertou 41%, menos ainda que os 45% do espanhol - e com isso o duelo viu nada menos que 19 oportunidades de quebra. No set decisivo, Almagro chegou a abrir 2/0, mas permitiu a reação e falhou no game decisivo.

Em busca de sua sétima vitória consecutiva no saibro brasileiro, Cuevas enfrentará o espanhol Albert Montañes, que vrou em cima do argentino Maximo González, por 4/6, 6/4 e 6/0.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series