fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Koch, Nick Bollettieri, Antônio Carlos de Almeida Braga, Rio Open, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Koch, Nick Bollettieri, Antônio Carlos de Almeida Braga, Rio Open, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Thomaz Koch, Nick Bollettieri, Antônio Carlos de Almeida Braga, Rio Open, tênis" />
Notícias | Dia a dia
Koch e Bollettieri serão homenageados no Rio
10/02/2015 às 17h24
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Rio de Janeiro (RJ) -  Assim como na primeira edição, quando foram homenageados Guga e Maria Esther Bueno, O Rio Open deste ano terá outros três nomes homenageados na quadra central do torneio. Os brasileiros Thomaz Koch e Antônio Carlos de Almeida Braga, o Braguinha e o norte-americano Nick Bollettieri.

Thomaz Koch é até hoje uma lenda do tênis mundial. Foi imitado e reverenciado por jogadores como John McEnroe e o argentino Guillermo Vilas, que escreveu em seu livro ser fã do brasileiro. Cabelos compridos, um astral meio zen meio rebelde e muita habilidade no tênis transformaram Koch em um ícone do esporte nos anos 60. Antes da era aberta do tênis, o gaúcho chegou a estar entre os 10 melhores do mundo, e quando o ranking foi criado, já no final da carreira, ainda alcançou a 24a posição. Jogou ao lado dos maiores nomes do esporte, como Laver, Ashe, Vilas, Tiriac, Santana, Borg, entre outros.

Acumulou vitórias sobre Santana, Tiriac, Gimeno e Vilas. Em simples, foi quadrifinalista de Wimbledon, Roland Garros e US Open. Nas duplas, foi campeão em Roland Garros, com a tenista Fiorella Bonicelli. Na Copa Davis, é até hoje o brasileiro que mais confrontos disputou (44 em 16 anos) e o 7ºtenista que mais venceu em toda a história da competição entre nações (74 a44). É ainda o maior medalhista brasileiro em Jogos Pan-Americanos.

Bollettieri é considerado um mago do tênis, um verdadeiro descobridor e lapidador de talentos. Foi ele quem primeiro observou e treinou Maria Sharapova e uma extensa lista de jogadores que chegaram ao topo do ranking mundial passaram por suas mãos: Andre Agassi, Boris Becker, Jim Courier, Marcelo Rios, Monica Seles, Martina Hingis, Jelena Jankovic, as irmãs Venus e Serena Williams.

Aos 82 anos ele continua acordando antes do sol nascer para conduzir os treinamentos na sede da academia, em Bradenton, na Flórida, além de prestigiar o Rio Open apresentado pela Claro, conduzirá uma de suas famosas clínicas, no Jockey Club Brasileiro, no Kid’s Day, sábado dia 21 de fevereiro, a partir das 8 horas.

" Eu dediquei a maior parte da minha vida ao desenvolvimento de jovens tenistas, inspirando-os a seguirem seus sonhos. Não existe sentimento melhor do que ver uma criança ganhar confiança em suas habilidades dentro de quadra. Estou ansioso para participar do Kid’s Day no Rio Open onde espero encontrar alguns aspirantes a tenista e passar um pouco do meu conhecimento neste esporte que muito tem me dado", disse Bollettieri.

Antonio Carlos de Almeida Braga, o Braguinha, é conhecido por sua paixão pelo esporte e por sua generosidade com os atletas. Acompanhou quase todas as Copas do Mundo, Jogos Olímpicos de verão e de inverno e sempre ajudou modalidades e atletas quando precisavam, como no voleibol, e com Ayrton Senna. Gustavo Kuerten contou em seu livro que muitas vezes teve a ajuda financeira do mecenas do esporte brasileiro e, por esta razão, após a conquista de seu segundo título em Roland Garros, foi correndo abraçar Braguinha, que estava assistindo o jogo no seu box. As homenagens serão de quinta à sábado, integrando as atrações das rodadas noturnas do torneio.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva