fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Matheus Pucinelli , Guayaquil Bowl, Marcelle Cirino Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Matheus Pucinelli , Guayaquil Bowl, Marcelle Cirino Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Matheus Pucinelli , Guayaquil Bowl, Marcelle Cirino tênis" />
Notícias | Outros
Títulos no Equador com Pucinelli nos 14 e em duplas
31/01/2015 às 17h00
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Guayaquil (Equador) – Sétimo favorito do Guayaquil Bowl, o brasileiro Matheus Pucinelli comemora o título dos 14 anos. Depois de derspachar o venezuelano Dimitri Badra Papa, oitavo cabeça de chave, por 6/1 e 6/2, Pucinelli, nº 8 do ranking Cosat, conseguiu se impor diante do número 1 da América do Sul, o argentino Thiago Tirante por 7/5 e 6/2.

Mateus Alves, por sua vez, caiu na semifinal, perdendo para o principal favorito ao título, o argentino Thiago Tirante, por duplo 6/4.  “Sabia que seria um jogo duro. Tive várias oportunidades nos dois sets, mas nos pontos mais importantes ele jogou melhor e isso fez ele aumentar a confiança”, disse o jogador do Harmonia, de São José do Rio Preto.

No torneio feminino dos 16 anos, Marcelle Cirino, cabeça 9, sagrou-se vice-campeã da competição. Na decisão, Cirino perdeu o duelo com a peruana Anastásia Iamachkine, 43ª do ranking Cosat., por duplo 6/2. Iamachike havia eliminado nas semifinais a também brasileira Nathalia Gasparin, cabeça 3, por  6/3 e 6/4. Para alcançar a final, Marcelle havia passado nas semifinais pela equatoriana Micaela Bugari, cabeça 4 e sexta do continente, com parciais de 6/1, 4/6 e 6/3.

Nos 16 masculino, Gabriel Bugiga, cabeça 6, perdeu a vaga na decisão para o argentino Sebastian Baez, cabeça 12, vencedor em dois sets, com parciais de 6/2 e 6/4.

Duplas – Nas chaves de duplas, as brasileiras Marcelle Cirino e e Vitoria Okuyama foram campeãs dos 16 anos, derrotando as peruanas Almudena Boza e Anastásia Iamachkine, cabeças 8, por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 3/6 e 10-6.

Nos 18 anos masculino,  Igor Marcondes, de Caraguatatuba, e o campineiro Felipe Meligeni ficaram com o vice-campeonato. Após três vitórias na chave, caíram na final diante do português Felipe Cunha e do chileno Marcelo Vera, dupla cabeça de chave 2, com um duplo 6/3. Na próxima semana, os juvenis brasileiros disputam o Inka Bowl, em Lima, no Peru.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva