fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Australian Open Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Australian Open Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Australian Open tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/0127_ausopen_saca_dodig_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/0127_ausopen_saca_dodig_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Australian Open
'Luta é a chave do nosso sucesso', afirma Melo
27/01/2015 às 14h42
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/melo/0127_ausopen_saca_dodig_int.jpg" title="Melo e Dodig perseguem o primeiro Slam da carreira" />

Melo e Dodig perseguem o primeiro Slam da carreira

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Melbourne (Austrália) - Marcelo Melo está invencível neste Australian Open e continua vencendo tanto nas duplas como nas duplas mistas. Nesta terça-feira, ele teve dois jogos pela frente e saiu-se vencedor de ambos, indo às semifinais ao lado do croata Ivan Dodig e às quartas de final com a eslovena Katarina Serbotnik.

Buscando seu primeiro título de Grand Slam da carreira, Melo está a uma vitória de repetir a final que obteve em Wimbledon 2013. No primeiro jogo do dia, ele e Dodig superaram o bielorrusso Max Mirnyi e o canhoto espanhol Feliciano López por 6/0, 3/6 e 7/6 (7-4), em 1h37 de partida, tendo agora pela frente os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut.

“Foi uma partida bem interessante, de grande qualidade e ambos jogamos bem. Começamos firmes no primeiro set, mas acabamos deixando cair o ritmo um pouco no segundo. O terceiro set foi uma luta para os dois lados e ficamos felizes de avançar”, declarou Dodig, em entrevista para a ATP.

Para Melo, o segredo da parceria com Dodig é a luta dos dois, que vem em grande fase, tendo fechado a temporada passada com o vice do ATP Finals. “Lutamos desde o começo, desde a primeira partida. Como um time, batalhamos para dar o nosso máximo e superar nossos obstáculos. Acho que essa é a chave do nosso sucesso”, observou o mineiro.

Sempre tendo que dividir a atenção entre duplas e simples, Dodig não parece encontrar problema nessa situação. O próprio Melo acredita que eles conseguem dar um jeito de superar os eventuais problemas. “Ivan lida bem com isso, dá para ver nos resultados. Tento ser o melhor que posso, trazendo energia e o puxando ao máximo. Sei que às vezes é duro para ele, especialmente em Wimbledon, onde jogou algumas partida de cinco sets”.

Tentando dar o maior passo da carreira, precisando de dois triunfos para vencer o primeiro Slam, a dupla mineiro-croata aposta na manutenção da receita que têm usado e obtido sucesso juntos. “Acho que temos que seguir fazendo o que nos propusemos desde o primeiro jogo aqui, lutar ao máximo e forçar o quanto der”, declarou o mineiro.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series