fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Joao Souza, Edouard Roger-Vasselin, Igor Sijsling, Sydney, QualificatorioCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Joao Souza, Edouard Roger-Vasselin, Igor Sijsling, Sydney, QualificatorioCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Joao Souza, Edouard Roger-Vasselin, Igor Sijsling, Sydney, Qualificatoriotênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/feijao/0110_sydney_treina_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/feijao/0110_sydney_treina_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Treinador de Feijão elogia apresentação do pupilo
11/01/2015 às 13h07
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/feijao/0110_sydney_treina_int.jpg" title="Feijão terá o cabeça de chave 7 pela frente no quali" />

Feijão terá o cabeça de chave 7 pela frente no quali

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Sydney (Austrália) - Depois de oito horas de atraso por conta das fortes chuvas, João “Feijão” Souza, número 117 do ranking mundial, entrou em quadra e foi buscar a virada para garantir vaga na última rodada do quali do ATP 250 de Sydney, evento que distribui premiação de US$ 439.

O paulista de Mogi das Cruzes bateu o francês Edouard Roger Vasselin, 116º colocado e que até outubro do ano passado figurava entre os 35 melhores do mundo, por 2 sets a 1 com parciais de 4/6 6/4 6/3 após 2h06min.

"Feijão teve uma ótima postura, vibrante, com energia, gostei muito," avaliou o treinador Ricardo Acioly, que o acompanha nos torneios pela Oceania. "O primeiro set foi brigado e o cara agarrou uma chance que produziu por mais que o Feijão estivesse melhor e criado suas oportunidades”, explicou o técnico do paulista.

“Os pontos foram bem disputados e sempre tinha alguém indo pra bola, sendo mais agressivo. No segundo set Feijão continuou bem, sempre que possível devolvendo bem, botando pressão no saque do adversário e consegui uma quebra no fim. No terceiro set ele jogou melhor no momento final para sair com a vitória", acrescentou.

O duelo terminou perto das 23h no horário local e Feijão terá poucas horas para se recuperar para a decisão do quali, que vale vaga na chave principal. Ele joga às 13h de segunda no horário de Sydney (0h no horário de Brasília) diante do holandês Igor Sijsling, 81º colocado e sétimo favorito, que superou o alemão Tobias Kamke com parciais de 6/2 e 7/5.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
HandDry