fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Milos Raonic, Ivan Lendl, Jimmy Connors, BrisbaneCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Milos Raonic, Ivan Lendl, Jimmy Connors, BrisbaneCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Milos Raonic, Ivan Lendl, Jimmy Connors, Brisbanetênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/federer/0111_brisbane_vibra_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/federer/0111_brisbane_vibra_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Federer chega à vitória mil com título em Brisbane
11/01/2015 às 09h27
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2015/federer/0111_brisbane_vibra_int.jpg" title="Federer levantou em Brisbane sua 83ª taça da carreira" />

Federer levantou em Brisbane sua 83ª taça da carreira

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Brisbane (Austrália) - O suíço Roger Federer não poderia comemorar de melhor forma a chegada à vitória de número 1.0000, que veio neste domingo com o título do ATP 250 de Brisbane. Na final contra o canadense Milos Raonic, o ex-número 1 do mundo teve trabalho e precisou de três sets para triunfar, anotando placar final de 6/4, 4/7 e 6/4, após 2h13 de jogo.

Com o resultado deste domingo, Federer entra para um seleto grupo de apenas três tenistas que conseguiram pelo menos mil vitórias no circuito desde a Era Aberta. O maior vencedor é o norte-americano Jimmy Connors, com 1.253, seguido do tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl, que somou 1.071 triunfos.

Se mantiver o número de vitórias próximo ao do ano passado, quando comemorou 73 triunfos, o suíço pode até sonhar em ultrapassar Lendl ainda em 2015. Contudo, caso não atinja essa marca na atual temporada, tem tudo para se tornar o segundo maior vencedor de todos os temos no ano que vem.

No primeiro set, os sacadores dominaram os games. Apesar de ser conhecido pelo potente serviço, Raonic teve desempenho inferior ao do suíço, vencendo 67% dos pontos quando colocava a bola em jogo, contra 83% de Federer. O atual número 2 do mundo aproveitou a única brecha que teve, quebrou o rival no terceiro game e manteve a vantagem até o final.

Federer largou no segundo set com quebra logo no primeiro game e parecia que iria embalar rumo à vitória. Só que o canadense conseguiu reagir e voltou para o jogo ao devolver a desvantagem no quarto game. Os dois mantiveram os serviços seguintes e a definição foi para o tiebreak, em que o suíço mais uma vez saiu na frente.

Depois de conseguir um mini-break já no primeiro ponto, o vice-líder do ranking não foi tão firme no desempate. Ele perdeu três pontos de saque e deixou o segundo set na mão de Raonic, que sacou muito no tiebreak e forçou a disputa do terceiro set.

O primeiro game do set decisivo foi duríssimo para Federer, que levou mais de oito minutos para confirmar, salvando três break-points. Ele ainda enfrentou mais duas chances de quebra contra e desperdiçou quatro a favor até chegar ao décimo game. Raonic sacava pressionado em 4/5 e sentiu o momento, perdeu o saque e consequentemente o jogo.

Curiosamente, apesar de ser conhecido como exímio sacador, Raonic teve menos aces na partida (12 a 20) e acabou com aproveitamento de saque menor do que o do suíço (65% a 70%). O canadense descontou nas bolas vencedoras, anotando 49 contra 43 de Federer, mas levou novamente a pior nos erros não forçados, cometendo 32 contra 21 do número 2 do mundo.

Saiba mais

• Veja números das mil vitórias de Federer no circuito

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
Loja genérico