fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Jorge Lacerda, Instituto Sports, Copa Rio Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Jorge Lacerda, Instituto Sports, Copa Rio Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Jorge Lacerda, Instituto Sports, Copa Rio tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/outros_assuntos/jorge_lacerda_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/outros_assuntos/jorge_lacerda_int.jpg" />
Notícias | Outros
CBT lança denúncia contra promotora esportiva
09/01/2015 às 19h27
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/outros_assuntos/jorge_lacerda_int.jpg" title="Presidente deu entrevista à Rádio Jovem Pan" />

Presidente deu entrevista à Rádio Jovem Pan

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

São Paulo (SP) - O presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Jorge Lacerda, anunciou nesta sexta-feira ter apresentado denúncia ao Ministério dos Esportes apontando irregularidades e suposta fraude na execução e prestação de contas do projeto Copa Rio Juvenil de Tênis, torneio disputado logo após o Rio Open, no Jockey Club da cidade. A entrevista foi dada ao vivo pela rádio Jovem Pan e destacada no blog da emissora.
 
O proponente do evento é o Instituto Sports, a quem o dirigente acusa de desvio de verba pública e falsidade ideológica. "Há uma evidente ligação entre a Try Sports (empresa promotora de eventos) e o Instituto Sports, havendo muitos indícios que o Instituto fora criado apenas para viabilizar os eventos da Try Sports através da Lei de Incentivo ao Esporte", afirma Lacerda à rádio. Segundo ele, tanto o Instituto como a promotora têm praticamente os mesmos sócios fundadores e membros do Conselho, além de funcionarem no mesmo endereço.

Em relação à Copa Rio Juvenil, Lacerda questiona o custo superior a R$ 1 milhão "para um evento com duração de um dia e meio com 24 tenistas juvenis, sem pontuação para o ranking da CBT". O dirigente diz que uma etapa do Circuito Correios, que oferece hospedagem e alimentação gratuitos para 90 atletas por três dias, aporta em média R$ 120 mil. "E este valor ainda inclui todos os custos de organização, lonas, assessoria de imprensa e transporte aos atletas", enfatiza na entrevista à Pan.

Ele questiona vários itens da prestação de contas do Instituto ao Ministério: "Só de arquibancada e iluminação (que talvez nem fosse necessária, já que eram poucas chaves com jogos programados apenas para o período, com poucos atletas jogando), são mais de R$ 300 mil reais. Além obviamente de ser inadmissível economicamente montar uma estrutura desse porte para 24 atletas juvenis jogarem. É um insulto à inteligência de qualquer pessoa e um abuso do dinheiro público”.

http://blogjp.com.br/fernandosampaio/2015/geral/cbt-apresenta-denuncia-contra-instituto-sports/

Últimas notícias
Comentários
Loja - livros
Suzana Silva
ProSpin