fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Rafael Nadal , Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Rafael Nadal , Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Novak Djokovic, Rafael Nadal , tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/djokovic/0608_rolandgarros_cabecabaixa_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/djokovic/0608_rolandgarros_cabecabaixa_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Ele foi melhor nos pontos cruciais', diz Djokovic
08/06/2014 às 16h34
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/djokovic/0608_rolandgarros_cabecabaixa_int.jpg" title="Djokovic admitiu sofrer com físico durante 3º set" />

Djokovic admitiu sofrer com físico durante 3º set

Foto: Site Oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Após ver adiado por mais um ano o sonho de vencer o único Grand Slam que lhe resta, o sérvio Novak Djokovic parabenizou Rafael Nadal por ter apresentado um melhor tênis em momentos chave da final de Roland Garros disputada neste domingo. Djokovic venceu a primeira parcial e esteve próximo de levar a segunda para o tiebreak quando acabou perdendo o saque e a partir de então, viu Nadal assumir o controle da partida.

“Tentei fazer o meu melhor e não foi como o melhor contra ele em Roma há algumas semanas. Parabéns para ele. Foi um jogador melhor nos momentos cruciais. É claro que é decepcionante para mim, mas a vida continua. Não é a primeira vez ou a última vez que eu perdi um jogo”.

O sérvio que já havia admitido o cansaço após a vitória sobre Ernests Gulbis na semifinal reconheceu ter passado por problemas físicos também neste domingo durante o terceiro set da decisão. “Eu não estava jogando no nível que eu queria, especialmente na segunda parte do jogo. Fiz um ótimo começo e Poderia ter ido para o tiebreak no segundo set, então perdi aquele serviço no 6/5 e o jogo ficou mais para o lado dele", disse Djokovic.

"Passei a jogar muito mal, e não me mexia bem. Sofri um pouco com o físico ao longo do terceiro set. Em seguida, no quarto, comecei a me sentir um pouco melhor, mas, então, justo em pontos cruciais que ele jogou melhor. É muito difícil para ficar com Rafa nesta quadra, você sabe, ao longo de toda a partida no mais alto nível de desempenho. É normal que você tenha altos e baixos”.

Ao ser questionado sobre visíveis demonstrações de frustração em quadra, Djokovic vê a situação como normal, especialmente em uma final e diante de um rival tão forte.

“É uma final de Grand Slam e eu tenho expectativas. Você quer essa vitória tanto quanto o seu adversário do outro lado da rede. Eu sou jogador emocional e a quadra de tênis é uma arena. Estou lá para lutar, tentar ganhar e mostrar as minhas emoções. Infelizmente, não funcionou desta vez”.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series