fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Sara Errani, Roberta Vinci, Su-Wei Hsieh, Shuai Peng, Roland GarrosCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Sara Errani, Roberta Vinci, Su-Wei Hsieh, Shuai Peng, Roland GarrosCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Sara Errani, Roberta Vinci, Su-Wei Hsieh, Shuai Peng, Roland Garrostênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/duplas/errani_vinci_madri_cumprimentam_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/duplas/errani_vinci_madri_cumprimentam_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Errani segue na briga para quebrar tabu de 30 anos
03/06/2014 às 15h48
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2014/duplas/errani_vinci_madri_cumprimentam_int.jpg" title="Errani e Vinci já venceram em Roland Garros uma vez" />

Errani e Vinci já venceram em Roland Garros uma vez

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Mais uma vez a italiana Sara Errani tem brilhado em Roland Garros. Quadrifinalista em simples, ela garantiu vaga nas semifinais de duplas, nesta terça-feira, e continua na briga para quebrar um tabu de 30 anos no saibro parisiense. Foi em 1984 que o torneio viu a última dobradinha, da tcheca naturalizada norte-americana Martina Navratilova.

Desde então, nenhuma mulher conseguiu vencer o título de duplas e de simples em uma mesma edição. A própria Errani esteve perto de conseguir tal feito em 2012, quando foi vice em simples, perdendo a final para a russa Maria Sharapova, e conquistou a taça nas duplas, ao lado da compatriota Roberta Vinci.

Segundas favoritas, Errani e Vinci carimbaram o passaporte para a final ao derrubarem as australianas Ashleigh Barty e Casey Dellacqua, sétimas mais bem cotadas, com arrasadores 6/0 e 6/1. Agora, as italianas esperam pelas vencedoras do duelo entre a dupla formada pela tcheca Lucie Hradecka e a holandesa Michaella Krajicek e as cabeças de chave 16, a neozelandesa Marina Erakovic e a espanhola Arantxa Parra.

Na outra ponta da chave, a dupla número 1 do mundo, a taiwanesa Su-Wei Hsieh e a chinesa Shuai Peng, seguem firmes na disputa batendo a zimbabuana Cara Black e a indiana Sania Mirza com 6/2, 3/6 e 6/3. Elas enfrentam as vencedoras do duelo entre as espanholas Carla Suarez e Garbiñe Muguruza e a parceria formada pela tcheca Kveta Peschke e pela eslovena Katarina Srebotnik.

Pela chave masculina, foram definidas as duas duplas semifinalistas que faltavam. Cabeças de chave 11, os locais Edouard Roger-Vasselin e Julien Benneteau derrotaram os argentinos Maximo Gonzalez e Juan Monaco em apertados 7/6, 4/6 e 7/6 (7-5) e mantêm vivas as esperanças da torcida francesa poder comemorar um título nesta edição de Roland Garros.

Os rivais dos franceses por um lugar na decisão será a surpreendente parceria do cazaque Andrey Golubev e o australiano Samuel Groth, que derrubou os atuais campeões do Australian Open e cabeças de chave 9 em Paris, o polonês Lukasz Kubot e o sueco Robert Lindstedt com um duplo 6/3.

Últimas notícias
Comentários
Faberg
Roland Garros Series