fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer tênis" />
Notícias | Entrevista | Frases
Federer diz ainda não se ver treinando jogadores
30/12/2013 às 12h48
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Eu me vejo mais ajudando crianças, mas quem sabe o que acontecerá daqui a 10, 15, 20 anos. Minha experiência como jogador nunca me deixará e talvez seja legal orientar alguém que seja número 1, ganhe Slam e precise lidar com a mídia, tudo isso. Mas não me vejo como treinador agora

fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer ,
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
que contratou o sueco Stefan Edberg para ser seu novo treinador
O Becker foi surpreendente, porque eu não sabia que ele queria ser treinador. Mas estou feliz por ver esses jogadores lendários animados para fazer esse trabalho e ajudando os jogadores de hoje. Devemos integrá-los mais, deixar claro que eles são bem-vindos. Isso manda uma boa mensagem
comentando a parceria entre Boris Becker e Novak Djokovic
Passamos uma semana em Dubai conversando sobre a vida, para ele saber qual é a minha rotina. Cada um faz as coisas de um jeito. Ele conheceu minha família e equipe e teve uma ideia de onde estaria entrando. Queria que ele ficasse confortável. Foi um grande passo, porque ele estava há 15 anos fora do circuito. A semana juntos foi uma boa ideia porque ele precisava de tempo. Ele é uma lenda e me inspira muito. Tudo que ele disser vai importar para mim. Vamos ver como será na Austrália e no resto do ano
sobre a primeira experiência com Edberg na pré-temporada
Será interessante descobrir se é possível fazer saque-voleio nas quadras lentas de hoje. Tentei já muitas coisas e podemos discutir com Severin Luthi maneiras de subir à rede. Claro é importante tirar tempo do adversário e ditar o jogo o máximo possível, mas não posso errar muito e é necessário ficar nos ralis mentalmente e fisicamente. É essa combinação que vemos nos jogadores do topo
a respeito da possibilidade de 'imitar' o estilo de Edberg
Gostei de treinar com ele (Hewitt). Apesar da convivência no juvenil e de termos jogado duplas uma vez, éramos rivais e não treinávamos juntos. Mas no estágio atual de nossas carreiras, estamos felizes por ajudar o outro, ainda mais aqui na Austrália. Espero que ele ganhe torneios e suba no ranking, porque ele está curtindo o circuito. Por um momento, achei que ele não iria conseguir continuar por causa das lesões. Mas ele tem essa chama nos olhos que é o necessário para vencer os melhores
sobre os treinamentos junto ao australiano Lleyton Hewitt
Com tantos jogos na carreira, você precisa relaxar um pouco, não pode ser tão ansioso. Isso pode te consumir e você não fica com a mente livre para jogar. Claro que todo jogo é importante, mas também preciso curtir um pouco, senão começo a jogar mal. É um equilíbrio. Ter amigos no circuito é importante, com quem você treina, quais torneios você joga
sobre não deixar a ansiedade prejudicar seu jogo
Espero que Murray volte forte. É bom que ele já tenha feito alguns jogos e estou ansioso para vê-lo, porque a última vez que o vi foi no US Open. Tomara que ele esteja bem no Australian Open. Será um grande teste para ele. Claro que Rafa e Novak são os jogadores a serem batidos no começo do ano, mas vejo Murray indo longe na maioria dos torneios, claro
Murray joga também nesta semana no ATP de Doha
Comentários
Faberg
Roland Garros Series