fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Roger Federer, Novak Djokovic, Stanislas Wawrinka, LondresCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Roger Federer, Novak Djokovic, Stanislas Wawrinka, LondresCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Roger Federer, Novak Djokovic, Stanislas Wawrinka, Londrestênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/nadal/1110_londres_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/nadal/1110_londres_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Rafa confirma contra Federer e busca título inédito
10/11/2013 às 13h36
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/nadal/1110_londres_back_int.jpg" title="Nadal tenta fechar a temporada com outro título" />

Nadal tenta fechar a temporada com outro título

Foto: Site oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Londres (Inglaterra) - E Rafael Nadal vai em busca do único grande título que falta a sua espetacular carreira. Ao conquistar neste domingo a primeira vitória contra Roger Federer em quadras cobertas, após quatro tentativas frustradas, o número 1 do mundo disputará pela segunda vez a decisão do Finals de Londres, onde foi vice há três anos. O placar foi de 7/5 e 6/3, após 1h19

Em busca do 11º título da temporada, Nadal enfrentará às 18 horas desta segunda-feira o vencedor da partida entre o sérvio Novak Djokovic e o suíço Stanislas Wawrinka, que duelam em seguida. O espanhol tem 22 vitórias e 16 derrotas diante do número 2 do mundo, com placar favorável de 3 a 2 nesta temporada, tendo perdido o mais recente, na final de Pequim. Já contra Wawrinka, o histórico é avassalador, com 11 triunfos e nenhum set perdido. Os dois se cruzaram na fase eliminatória de Londres, há quatro dias, e Rafa ganhou em dois tiebreaks.

O primeiro set foi parelho e pareceu depender muito mais dos altos e baixos de Federer. O suíço começou sacando bem, apesar de ter se enrolado no terceiro game, e teve a primeira grande oportunidade da partida quando desperdiçou três break-points, um deles com um forehand muito fácil. No nono game, seu saque perdeu a precisão e Nadal controlou o fundo de quadra, obtendo a quebra. Roger então fez um game brilhante, em que misturou paciência com agressividade, porém jogou tudo por terra ao fazer outro game de saque fraco. Desta vez, Nadal não vacilou, trabalhou de forma precisa com o primeiro saque e fechou após 43 minutos.

O suíço voltou a ter chance de equilibrar a partida, mas errou outro forehand fácil no 30-30 do segundo game, e sofreu então a quebra que se mostraria decisiva no quinto game, diante do tênis cada vez mais firme do espanhol. Tendo como ponto alto o aproveitamento dos pontos após o segundo saque - ganhou 15 de 11 -, Nadal foi cautelosamente construindo a 75ª vitória da temporada. Ele no entanto não vence torneios desde o US Open.

Este foi o 22º triunfo de Nadal sobre Federer em 32 duelos. O suíço perdeu assim todas as quatro partidas que fez na temporada diante do canhoto espanhol, sendo três delas sobre piso sintético, tendo ganhado em Cincinnati seu único set. O espanhol também quebrou o tabu em torneios Finals, já que havia perdido os duelos de 2006 e 2007, em Xangai, e de 2010 e 2011, em Londres.

Federer lutava por sua nona decisão no Finals, em que soma seis conquistas e dois vices nos últimos 10 anos. Ele também tem o recorde de vitórias na competição, com 44 em 55 tentativas. Ele poderá ainda terminar a temporada em sexto lugar do ranking - sua mais baixa posição em final de ano desde 2001 -, desde que Wawrinka não vença Londres. Vivendo temporada fraca, em que conquistou somente o torneio de Halle, Federer venceu apenas quatro de 14 duelos contra adversários top 10.

Últimas notícias
Comentários