fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Marcelo Melo, Finals, LondresCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Marcelo Melo, Finals, LondresCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Marcelo Melo, Finals, Londrestênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1108_finals_cumprimenta_peya_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1108_finals_cumprimenta_peya_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Para Bruno, parceria evolui no aspecto emocional
08/11/2013 às 18h46
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1108_finals_cumprimenta_peya_int.jpg" title="Bruno e Peya ficaram com primeira posição do grupo" />

Bruno e Peya ficaram com primeira posição do grupo

Foto: Divulgação
José Nilton Dalcim
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Segunda melhor parceria do ranking e da temporada, o mineiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya já garantiram mais um resultado de peso em 2013, ao atingir a semifinal em sua primeira participação no Finals de Londres. Para o tenista brasileiro, os dois estão jogando cada vez melhor e a evolução tem sido muito mais no aspecto psicológico do que técnico. "A gente sentiu um pouco a estreia, aquela coisa de se ambientar. Fomos um pouco passivos demais. Mas depois tivemos outra postura, nos soltamos e passamos a sentir mais a partida. A gente sabe que, se jogarmos bem, podemos ganhar de qualquer um".

A vitória em dois sets tirou a invencibilidade dos espanhóis David Marrero e Fernando Verdasco, que ficaram em segundo lugar do grupo. "O objetivo de hoje era classificar", comemorou o número 3 do mundo. "É fantástico sair em primeiro do grupo depois de ter começado o torneio com uma derrota", observou, referindo-se à queda diante do indiano Leander Paes e do tcheco Radek Stepanek, que acabaram eliminados. No dia seguinte, houve a reação em cima dos também espanhóis Marcel Granollers e Marc López.

Como Marcelo Melo também foi campeão de sua chave, não será possível um duelo nacional na semi. "Bom, agora podemos ter uma final brasileira", brinca ele. Quanto ao possível adversário de domingo, obviamente Soares prefere que sejam os poloneses Marcin Matkowski e Mariusz Fyrstenberg, que irão decidir a vaga no sábado contra os irmãos Bob e Mike Bryan. "Seria muito mais difícil pegar os americanos, já contra os poloneses é 50% para cada lado". Eles perderam cinco de seis jogos contra os Bryan nesta temporada e contra os poloneses ganharam três de quatro. Ele garante que vai ver a partida: "Quem sabe não surge algo novo que algum deles ainda não fizeram".

Entre os pontos que ainda podem melhorar em sua parceria, Bruno destaca o aproveitamento de saque e mais ainda dos pontos vencidos com o saque. "A gente não tem como característica fazer aces ou grandes saques, mas sim de manter um percentual alto de acerto e ganhar esses pontos. Nisso ainda podemos melhorar neste torneio". Ele lembra que o piso de Londres está muito parecido com o de Valência e de Paris. "Gosto muito desse tipo de quadra. O mais importante é que a bola tem sido a mesma. É muito mais fácil se adaptar à quadra do que a uma bola muito diferente".

Sobre a importância do feito, Bruno acha que o Finals só não tem o mesmo peso dos Grand Slam, mas que se mostra bem mais tenso e difícil de vencer do que um Masters 1000. "Aqui dão uma atenção incrível aos jogadores e também houve emoções diferentes por ser nossa estreia. No aspecto emocional, o sistema de grupo cria uma tensão enorme, porque você vence mas nem sempre leva. Mas claro que um Slam tem mais importância".

Bruno destacou o espetacular resultado dos dois brasileiros no Finals de Londres, ambos saindo como campeões da chave para a semi. "Isso na verdade tem acontecido quase toda a semana. Ou eu, ou ele estamos indo bem, e tem semana como agora que os dois vão longe. Espero que isso ajude o tênis brasileiro a colocar mais gente na quadra".

Últimas notícias
Comentários