fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Richard Gasquet, Juan Martin Del Potro, Finals, LondresCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Richard Gasquet, Juan Martin Del Potro, Finals, LondresCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Roger Federer, Richard Gasquet, Juan Martin Del Potro, Finals, Londrestênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/federer/1107_finals_sentado_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/federer/1107_finals_sentado_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
'Às vezes me sinto indeciso', revela Federer
07/11/2013 às 18h13
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/federer/1107_finals_sentado_int.jpg" title="Federer celebra vitória em sets diretos contra Gasquet" />

Federer celebra vitória em sets diretos contra Gasquet

Foto: Divulgação
José Nilton Dalcim
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

O suíço Roger Federer tem vivido momentos distintos na maioria de suas partidas da temporada, alternando jogadas espetaculares com erros grotestos, além de muitas vezes deixar escapar vantagens importantes no placar. Apesar da vitória em dois sets contra Richard Gasquet nesta quinta-feira, o que manteve viva sua chance de ir à semifinal de Londres, ele revelou que sente dúvidas.

"Não acho que meu problema seja falta de pernas, mas sim de movimentação ou mais ainda de coordenação, que não é exatamente a que eu gostaria", revelou Federer. "Às vezes, me sinto indeciso. Então posso dizer que hoje foi uma batalha contra mim mesmo, buscando fazer a seleção correta do golpe".

Ele acredita que Gasquet percebeu isso e soube explorar a deficiência. "Richard fez um bom trabalho ao me fazer sentir menos confortável, alterando altura e efeito das bolas, provocando ralis mais longos. De qualquer forma, acho que são dessas partidas que eu necessito. Ganhar em dois sets de um tenista importante".

Solicitado a comparar suas duas últimas temporadas, Federer disse que foram dois momentos muito diferentes. "Não estou retornando de uma contusão séria, mas estou tentando voltar de uma série de altos e baixos, arrumando coisas, tentando outras, buscando recuperar a confiança, minha movimentação. É outra situação".

Quanto à possível partida decisiva contra o argentino Juan Martin del Potro do sábado, Federer diz que a vitória recente no Masters de Paris irá ajudar. "Ele havia me vencido três vezes seguidas na quadra coberta, duas delas na Basileia e outra aqui no ano passado. Sabia que poderíamos estar na mesma chave, então vencer em Paris foi psicologicamente importante. Mostra também que ainda posso derrotar os top 10, como ele e Richard. Acredito mesmo que minha confiança está maior e preciso dela para jogar o máximo contra Juan Martin".

Últimas notícias
Comentários