fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Finals, Londres, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Finals, Londres, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Finals, Londres, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1106_finals_peyavoleia_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1106_finals_peyavoleia_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Sob pressão, Soares festeja foco total e a calma
06/11/2013 às 18h59
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1106_finals_peyavoleia_int.jpg" title="Bruno e Peya se classificam se vencerem por 2 sets" />

Bruno e Peya se classificam se vencerem por 2 sets

Foto: Divulgação
José Nilton Dalcim
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

"Ainda estamos vivos", comemorou Bruno Soares. Ele o austríaco Alexander Peya começaram com derrota o Finals de Londres e precisavam de qualquer jeito superar os atuais campeões do torneio, os espanhóis Marcel Granollers e Marc López, para manter as chances de atingir uma história semifinal no domingo. "Entramos com a pressão da vitória, mas fizemos uma partida muito sólida e agressiva, bem do jeito que gostamos. Acho que voltamos a jogar com confiança. Conseguimos manter o foco e a calma o tempo todo".

"Jogamos muito melhor do que na estreia", comparou o número 3 do ranking. "Mesmo tendo perdido o primeiro set, a coisa escapou no detalhe, já que tivemos a chance de uma quebra decisiva, mas eles se salvaram muito bem, como aliás é a característica da dupla espanhola. No match-tiebreak, saimos com 3-1, eles viraram para 4-3 com saque. Mas ainda tinha muito espaço. Foi ótimo termos aberto então aquela diferença de 8-4 para respirarmos na hora realmente delicada".

A confiança de muitos resultados positivos na temporada, incluindo a final no US Open e o título em Montréal, se reflete em Londres na opinião do brasileiro. "Quanto mais você joga no grande cenário, mais tudo fica natural. Tomara que um dia chegar na decisão de um Grand Slam seja algo normal para nós. Aí poderemos jogar o verdadeiro tênis".

A vaga na semifinal será decidida na sexta-feira contra os também espanhóis David Marrero e Fernando Verdasco, que já estão classificados. Mais uma vez, Soares e Peya terão de ganhar de qualquer jeito, podendo ainda ser obrigados a fechar em apenas dois sets para se sair melhor num possível tríplice empate em primeiro lugar da chave. "Eles batem muito forte, é bem difícil de jogar. Estamos empatados por 2 a 2 no confronto direto. Vai ser muito parecido com o que aconteceu hoje".

Para Soares, o torneio está completamente aberto e a grande vitória de Marcelo Melo na estreia, diante dos irmãos Bryan, foi a prova disso. "Está totalmente aberto. O nível das duplas está muito alto. Esse formato com que jogamos, sem vantagem nos games e com match-tiebreak no lugar do terceiro set, gera muita pressão o tempo todo. A gente também nunca tinha disputado um torneio nesse sistema de grupo eliminatório".

Últimas notícias
Comentários