fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Bob Bryan, Londres, FinalsCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Bob Bryan, Londres, FinalsCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Marcelo Melo, Ivan Dodig, Bob Bryan, Londres, Finalstênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/melo/1105_finals_abraco_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/melo/1105_finals_abraco_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Melo quer manter serenidade e buscar semifinal
05/11/2013 às 18h05
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/melo/1105_finals_abraco_int.jpg" title="Melo não quer se deslumbrar com resultado na estreia" />

Melo não quer se deslumbrar com resultado na estreia

Foto: Divulgação
José Nilton Dalcim
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Nada de euforia exagerada. Depois de derrotar os irmãos Bob e Mike Bryan logo em sua primeira partida do Finals de Londres, num momento histórico para o tênis brasileiro, Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig mostraram serenidade e garantem que o foco maior está na tentativa de vaga para as semifinais do próximo domingo.

"O resultado de hoje mostra como a gente vem jogando bem", analisa Melo, com semblante tranquilo. "Mostramos hoje o nosso nível de jogo, jogando bem quando estivemos na frente e também com o placar atrás". O mineiro disse que o nervosismo foi coisa muito passageira, "nada além do natural para uma estreia tão importante".

Esta foi a segunda vitória de Melo e Dodig sobre os irmãos Bryan no curto espaço de 30 dias, mas o brasileiro acha que não existe um segredo especial para derrotar a melhor dupla da história. "Claro que antes de tudo a gente precisa fazer um jogo perfeito, confiar muito no parceiro. Eles variam muito a tática durante a partida e nós temos tentado fazer a mesma coisa. Antes de tudo, é necessário acreditar que podemos vencer".

Embora não considere esta a vitória mais importante da carreira - prefere destacar a final de Wimbledon, que é seu torneio favorito -, Melo se sente muito orgulhoso por estar no Finals. "A gente treina tanto para estar aqui. Tem sido um ano incrível, já que realizei um grande sonho ao decidir Wimbledon. O Brasil tem hoje dois dos cinco melhores duplistas do mundo, é algo para se orgulhar. Espero que valorizem mais as duplas com isso".

A vitória espetacular sobre os norte-americanos foi um grande passo para as semifinais, porém Melo sabe que não é hora de relaxar. "Temos que entrar nos outros jogos como se nada tivesse acontecido, como se fosse o primeiro jogo da semana. Derrotamos os principais favoritos, mas não podemos relaxar, o que às vezes acontece depois de uma vitória tão significativa".

O croata Ivan Dodig acha que o resultado revela que o torneio de duplas do Finals está totalmente aberto. "Não existe um favorito claro, está tudo muito aberto".

Últimas notícias
Comentários