fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Londres, Finals, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Londres, Finals, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Londres, Finals, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1105_finals_sacando_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1105_finals_sacando_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia | ATP Finals
'O torneio agora ficou normal', ameniza Soares
05/11/2013 às 13h24
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1105_finals_sacando_int.jpg" title="Bruno acredita que Paes desequilibrou na partida" />

Bruno acredita que Paes desequilibrou na partida

Foto: Divulgação
José Nilton Dalcim
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

A derrota na estreia do Finals de Londres não chega a ser um desastre, na opinião do mineiro Bruno Soares. Ele e o austríaco Alexander Peya, que entraram como segundos principais candidatos ao título, foram derrotados pelos veteranos Leander Paes e Radek Stepanek, mas mantém boa chance de atingir as semifinais do torneio, no domingo.

"Tem muito chão ainda pela frente, mas é claro que agora a pressão aumenta. Vai ser como um torneio normal, ou seja, não podemos mais perder", afirma Bruno. Segundo ele, o nervosismo de uma estreia no Finals não pesou tanto assim: "São só aqueles primeiros 10 minutos, em que você precisa também se ambientar com o ginásio. Mas depois você só pensa mesmo no jogo".

Para o mineiro, a principal falha da parceria foi no aproveitamento do primeiro saque: "Começamos mal e levamos uma quebra muito cedo no primeiro set. Eles estavam muito firmes junto à rede e conseguindo grandes devoluções com slice, baixinhas no nosso pé", comenta. "O Paes jogou muito hoje. O Stepanek também não esteve mal, mas o Paes desequilibrou".

A reação a partir do segundo set e o match-tiebreak apertado são pontos positivos. "Mesmo sem sacar tão bem - voltamos a não aproveitar bem o primeiro serviço no match-tiebreak -, ainda perdemos por 10-8. Isso mostra que estamos competitivos. Vamos agora pegar duas duplas espanholas, que jogam de forma bem diferente, preferindo ficar no fundo de quadra dando marretada. Vai ser até bom, porque poderemos atuar de maneira mais agressiva".

A próxima partida de Soares e Peya será contra Marcel Granollers e Marc López, que são os atuais campeões do Finals e que começaram o torneio deste ano com derrota para Fernando Verdasco e David Marrero, na segunda-feira.

Últimas notícias
Comentários