fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Horia Tecau, Max Mirnyi, Masters 1000 de ParisCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Horia Tecau, Max Mirnyi, Masters 1000 de ParisCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Bruno Soares, Alexander Peya, Horia Tecau, Max Mirnyi, Masters 1000 de Paristênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1027_valencia_acenam_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1027_valencia_acenam_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Bruno e Peya levam susto, mas vencem de virada
01/11/2013 às 14h08
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/bruno_soares/1027_valencia_acenam_int.jpg" title="Bruno e Peya vão disputar a 14ª semifinal da temporada" />

Bruno e Peya vão disputar a 14ª semifinal da temporada

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Paris (França) - Segunda melhor dupla da temporada, o mineiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya levaram um susto nesta sexta-feira, pelas quartas de final do Masters 1000 de Paris. Os dois tiveram um apertado confronto com o mexicano Santiago Goznalez e o norte-americano Scott Lipsky, que brigavam pela última vaga no ATP Finals.

Gonzalez e Lipsky venceram o primeiro set, mas não mantiveram o ritmo e acabaram permitindo a da dupla austro-mineira, que sacramentou a vitória de virada com o placar de 3/6, 6/3 e 10-5, em apenas 62 minutos. Agora, Bruno e Peya terão pela frente o bielorrusso Max Mirnyi e o romeno Horia Tecau.

Também na disputa da única vaga ainda em aberto no ATP Finals, o bielorrusso e o romeno garantiram lugar na semi ao deixar pelo caminho os espanhóis Marcel Granollers e Marc López, terceiros pré-classificados em Paris com parciais de 6/3 e 6/4, depois de 1h13 de partida.

Além de Mirnyi e Tecau apenas mais uma dupla disputa esta vaga restante em Londres: os poloneses Mariusz Fyrstenberg e Marcin Matkowski, que já foram eliminados e agora torcem contra os rivais para que consigam levar a melhor sobre eles e se garantir no Finals mais uma vez.

Para conquistar a vaga na semi, a 14ª na temporada, Bruno e Peya tiveram que elevar o aproveitamento de serviço, que foi de apenas 66% no primeiro set. Com isso, os dois acabaram levando uma quebra em duas oportunidades cedidas no primeiro set e por não conseguirem devolvê-la saíram atrás.

Na parcial seguinte, a dupla austro-mineira faturou 80% dos pontos de saque e não enfrentou um break-point sequer. Em contrapartida aproveitaram uma das cinco oportunidades de quebra para empatar o jogo. Já no match-tiebreak, Bruno e Peya venceram todos os pontos de saque e graças a isso ficaram com o triunfo de virada.

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Suzana Silva
ProSpin