Notícias | Copa Davis
Com vitória, Troicki foi o herói do título sérvio
05/12/2010 às 15h26

Com vitória, Troicki foi o herói do título sérvio

Foto: Divulgação

Belgrado (Sérvia) - Logo em sua primeira final de Copa Davis, os sérvios conseguiram levar a melhor sobre os franceses nove vezes campeões do torneio. Mas para isso, a equipe dos Balcãs não encontrou facilidade e só foi garantir o título com a vitória de Viktor Troicki na quinta e decisiva partida.

Substituindo o número 2 Janko Tipsarevic, Troicki teve um duelo mais fácil do que se previa contra o francês Michael Llodra, outro que não havia jogado no primeiro dia de embate. Assim como na vitória de Novak Djokovic, que forçou a quinta partida, o sérvio não deu sustos à torcida local e triunfou em sets diretos, com parciais de 6/2, 6/2 e 6/3, após 2h13.

Logo no primeiro set, Troicki arrancou com duas quebras, sendo a primeira delas já no quarto game e venceu facilmente. Na segunda parcial, parecia que as coisas poderiam virar, já que Llodra chegou a ter quebra de vantagem, mas que foi prontamente devolvida pelo sérvio, que ainda bateu o saque do rival em outras duas oportunidades e abriu 2 a 0 no jogo.

Troicki aproveitou o embalo depois de faturar os dois primeiros sets e anotou nova quebra logo no primeiro game da terceira parcial. Ele repetiu a dose mais uma vez, viu Llodra diminuir a desvantagem, mas acabou fechando o duelo mais uma vez no saque do francês.

Conhecido pelo jogo de saque-voleio, Llodra não demonstrou a mesma boa forma que o levou às semifinais do Masters 1000 de Paris, com aproveitamento de apenas 24% nas subidas à rede, contra 84% do adversário sérvio. Troicki ainda teve quase o dobro de winners do francês (58 a 32) e somou menos da metade dos erros não-forçados (6 a 15).

A vida do time sérvio não foi fácil, mesmo decidindo em casa. Em nenhum momento no confronto eles estiveram à frente do placar. Gael Monfils levou a melhor no primeiro duelo e colocou a França na frente, mas Djokovic igualou as coisas no fim do primeiro dia. Nas duplas, os franceses triunfaram em virada épica e deixaram a equipe precisando de uma vitória no último dia.

Contudo, mais uma vez Djokovic correu atrás do prejuízo e empatou o confronto, deixando tudo nas mãos de Troicki, que não decepcionou os 15 mil torcedores que lotaram a Arena Belgrado e se transformou no herói sérvio ao anotar o quinto e decisivo ponto, dando o título inédito ao país.

Comentários