fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Anastasia Pavlyuchenkova, Carla Suarez Navarro, Romina Oprandi, Kaia Kanepi, OeirasCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Anastasia Pavlyuchenkova, Carla Suarez Navarro, Romina Oprandi, Kaia Kanepi, OeirasCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Anastasia Pavlyuchenkova, Carla Suarez Navarro, Romina Oprandi, Kaia Kanepi, Oeirastênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/pavlyuchenkova/0503_oeiras_olhabola_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/pavlyuchenkova/0503_oeiras_olhabola_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Pavlyuchenkova e Suarez decidem WTA português
03/05/2013 às 10h46
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/pavlyuchenkova/0503_oeiras_olhabola_int.jpg" title="Pavlyuchenkova nunca perdeu de sua rival na final" />

Pavlyuchenkova nunca perdeu de sua rival na final

Foto: Site oficial
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Oeiras (Portugal) - As duas favoritas que alcançaram as semifinais do WTA de Oeiras fizeram valer suas respectivas condições e avançaram para a decisão. A primeira delas a entrar em quadra foi a russa Anastasia Pavlyuchenkova, cabeça de chave 3, que apesar de levar um "pneu" no primeiro set, conseguiu a virada e triunfou em sets diretos, com parciais de 0/6, 6/3 e 6/1.

Na sequência, a quarta pré-classificada, a espanhola Carla Suarez, teve bem menos trabalho e passou em sets diretos pela estoniana Kaia Kanepi, com placar final de 6/4 e 6/1, em apenas 66 minutos de confronto. Ela vai buscar sua primeira conquista no circuito depois de amargar quatro vice-campeonatos, o último deles em Acapulco, neste ano.

Do outro lado, Pavlyuchenkova já conquistou quatro troféus na carreira, um deles em 2013, quando faturou o tri em Monterrey. A russa já enfrentou Suares quatro vezes e em toda saiu de quadra vitoriosa. Deste quatro embates, apenas um foi no saibro e apesar da derrota, a espanhola conseguiu tirar um set da rival.

Para alcançar a vaga na final, a russa teve que superar o susto sofrido no começo do jogo contra Oprandi, que faturou o primeiro set sem perder um game sequer. Apesar de ter sido arrasada, Pavlyuchenkova se recuperou, anotou uma quebra solitária no segundo set para empatar e depois sobrou no terceiro, no qual perdeu apenas um game e sacramentou a virada.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG
ProSpin