fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad Maia, Copa Gerdau, Porto Alegre Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad Maia, Copa Gerdau, Porto Alegre Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Beatriz Haddad Maia, Copa Gerdau, Porto Alegre tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/juvenis_brasileiras/bia_maia_esq_gerdau_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/juvenis_brasileiras/bia_maia_esq_gerdau_int.jpg" />
Notícias | Outros
Bia Maia tenta novamente título em Porto Alegre
23/03/2013 às 13h39
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2013/juvenis_brasileiras/bia_maia_esq_gerdau_int.jpg" title="Bia chega à segunda final consecutiva em Porto Alegre" />

Bia chega à segunda final consecutiva em Porto Alegre

Foto: Marcelo Ruschel/PoaPress
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Porto Alegre (RS) - Depois de aplaudir o público, Beatriz Haddad Maia deixou a principal quadra da Associação Leopoldina Juvenil neste sábado feliz com a vaga conquistada na final dos 18 anos femininos do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, oferecido por Gerdau e Itaú. A paulista de 16 anos colocou o Brasil na decisão ao vencer a russa Maria Marfutina de virada, com parciais de 3/6, 6/4 e 6/1, após 1h52min de partida. Neste domingo, às 10 horas, Bia enfrenta outra russa, Varvara Flink, que eliminou a paraguaia Camila Giangreco Campiz por 6/1 e 6/4. Bia também foi finalista no ano passado.

O confronto de Bia teve dois momentos bem distintos. No primeiro set, a russa impôs o seu jogo regular. Depois, a brasileira passou a explorar a potência de seus golpes e a trocar mais as bolas, provocando os erros da adversária, recuperando a confiança e vencendo a série. No set decisivo, Bia manteve o comando da partida, diante de uma adversária já fora de combate e até desestabilizada emocionalmente. "No começo do jogo, eu senti o peso da bola da adversária. Foi mérito dela", afirmou Bia. "Mas depois consegui impor o meu jogo e tudo voltou a se encaixar", completou.

Bia, quinta cabeça de chave do torneio, e Varvara Flink, a segunda na lista das principais favoritas, nunca se enfrentaram. A paulista de 16 anos, no entanto, espera por outro jogo difícil. Mas garante estar pronta para enfrentar mais uma final. "É entrar em quadra feliz e jogar com o coração", assegurou a tenista treinada pelo técnico Larri Passos, que a acompanha durante toda esta semana na capital gaúcha.

A jovem paulista espera também contar com o apoio da torcida, como aconteceu no ano passado. "Jogar em casa é sensacional. É muito bom contar com o apoio da torcida, ouvir o teu nome e ser incentivada", completou. No ano passado, ela perdeu o título para Anna Danilina, do Cazaquistão, por 6/2 e 6/3. Desde 1996 o título desta categoria não é conquistada por uma brasileira. A última campeã foi a gaúcha Miriam D'Agostini.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva
ProSpin