fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Guilherme Clezar, Fabiano de Paula, Julio Silva, São LeopoldoCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Guilherme Clezar, Fabiano de Paula, Julio Silva, São LeopoldoCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Guilherme Clezar, Fabiano de Paula, Julio Silva, São Leopoldotênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/rogerio_silva/1106_sleopoldo_estica_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/rogerio_silva/1106_sleopoldo_estica_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Rogerinho dá 'pneu' e vira no Sul, Feijão perde
06/11/2012 às 18h50
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/rogerio_silva/1106_sleopoldo_estica_int.jpg" title="Rogerinho teve que superar problemas de saúde" />

Rogerinho teve que superar problemas de saúde

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

São Leopoldo (RS) - Cabeça de chave número 4, o paulista Rogério Silva levou um susto em sua estreia no challenger de São Leopoldo, nesta terça-feira, mas conseguiu se recuperar e derrotou o quali alemão Alexander Statschko de virada, com direito a "pneu" no segundo set, fechando o jogo em 2h23 e com parciais de 6/7 (6-8), 6/0 e 6/3.

Já o paulista João Souza, o Feijão, não passou da estreia. Cabeça 6 em São Leopoldo, ele caiu diante do argentino Diego Schwartzman, por 7/6 (7-3) e 6/3. Assim, ele fecha seu calendário e não atinge o objetivo de final de temporada, que era se reaproximar do top 100.

Na segunda rodada, Rogerinho terá pela frente o compatriota Wilson Leite, responsável pela eliminação do gaúcho André Ghem na estreia. Esta é a primeira vitória em challengers do carioca, que travará duelo inédito com o atual número 2 do Brasil.

A vitória de Rogerinho foi marcada pela raça e superação, já que ele chegou a São Leopoldo com febre e precisou do apoio dos organizadores do torneio para contar com um atendimento médico. Foram dois dias forçados de cama antes da estreia, o que valeu uma espécie de desabafo assim que a partida contra o alemão foi definida.

"Desabafei porque vinha de uma situação difícil. Senti bastante a parte física. A vitória foi na base da superação. Mas mesmo não estando 100% fisicamente acredito que não joguei mal. Vou aproveitar agora para descansar um pouco mais e espero estar melhor para o próximo jogo", disse Rogerinho.

Outros dois representantes nacionais garantiram vaga na próxima fase da competição, ambos superando compatriotas na estreia. Em duelo 100% gaúcho, Guilherme Clezar superou o conterrâneo Fabrício Neis, convidado da organização, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3, em pouco mais de uma hora e meia de partida.

No confronto entre Fabiano de Paula e José Pereira, o carioca da Rocinha levou a melhor e avançou ao anotar parciais de 7/5 e 6/3 para cima do pernambucano, após 1h41 de jogo. O próximo adversário do carioca será o croata Antonio Veic, sétimo favorito, que eliminou o convidado da casa Gabriel Friedrich por 6/3 e 6/1.

Clezar é outro que terá um cabeça de chave pela frente. Seu adversário na rodada seguinte é o esloveno Blaz Kavcic, segundo mais bem cotado ao título e responsável pela eliminação do experiente paulista Júlio Silva, contra quem anotou parciais de 6/4 e 7/6 (8-6), em batalha de 2h35.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG
ProSpin