fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Simon Stadler, Juan Martin Aranguren, Buenos Aires, ChallengerCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Simon Stadler, Juan Martin Aranguren, Buenos Aires, ChallengerCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rogerio Silva, Simon Stadler, Juan Martin Aranguren, Buenos Aires, Challengertênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/rogerio_silva/0528_rg_back_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/rogerio_silva/0528_rg_back_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Rogerinho vira sobre quali alemão na estreia
24/10/2012 às 18h38
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/rogerio_silva/0528_rg_back_int.jpg" title="Rogerinho também está a chave de duplas" />

Rogerinho também está a chave de duplas

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d

Buenos Aires (Argentina) - Único representante brasileiro no challenger de Buenos Aires, o paulista Rogério Silva levou um susto em sua estreia na competição, mas mesmo depois de perder o primeiro set consegui a virada para cima do quali alemão Simon Stadler, contra quem anotou parciais de 6/7 (4-7), 6/3 e 6/2, em quase três horas de confronto.

Na próxima rodada, Rogerinho terá mais uma vez pela frente um rival saído do qualificatório, desta vez o local Juan Martin Aranguren, que levou a melhor na estreia diante do compatriota Tomas Lipovsek Puches, convidado da organização, em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/4, depois de 1h13 de jogo.

Cabeça de chave número 6, o paulista teve um primeiro set bem ruim com o saque, vencendo apenas 43% dos pontos disputados. Como o rival também foi mal no fundamento, os dois somaram oito quebras, quatro para cada lado, levando assim a definição para o tiebreak, no qual Rogerinho acabou derrotado pelo alemão.

Nos dois sets seguintes, entretanto, Rogerinho elevou seu índice de aproveitamento nos serviços e sofreu apenas uma quebra. Por sua vez, o paulista teve 15 break-points na duas parciais derradeiras, dos quais conseguiu concretizar quatro delas, sendo um no segundo e três no terceiro set, que lhe deram a vitória sobre Stadler.

O atual número 2 do Brasil em simples também vai tentar a sorte na chave de duplas no saibro de Buenos Aires. Ao lado do argentino Juan Pablo Amado, Rogerinho abre sua campanha contra os locais Facundo Bagnis e Diego Schwartzman, em duelo marcado para mais tarde nesta quarta-feira.

Últimas notícias
Comentários
Loja - livros
Suzana Silva
ProSpin