fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andre Sa, Jamie Murray, Julian Knowle, Filip Polasek, VienaCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andre Sa, Jamie Murray, Julian Knowle, Filip Polasek, VienaCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andre Sa, Jamie Murray, Julian Knowle, Filip Polasek, Vienatênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2011/duplas/sa_murray_conversam_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2011/duplas/sa_murray_conversam_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Sá vence mais uma com Murray e vai à semi
19/10/2012 às 17h08
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2011/duplas/sa_murray_conversam_int.jpg" title="Sá e Murray jogam juntos pela sexta vez no ano" />

Sá e Murray jogam juntos pela sexta vez no ano

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d

Viena (Áustria) - Depois de alcançar a 200ª vitória nas duplas, o mineiro André Sá manteve o embalo e continuou avançando no ATP 250 de Viena. Ele e o parceiro britânico Jamie Murray derrotaram, nesta sexta-feira, os convidados da casa Philipp Oswald e Martin Fischer por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8-6) e 6/4, em pouco mais de uma hora e meia.

Garantidos nas semifinais do torneio, Sá e Murray terão pela frente um páreo bem mais duro. Em busca da um lugar na decisão, eles irão encarar a dupla cabeça de chave número 2, formada pelo local Julian Knowle e pelo eslovaco Filip Polasek, que bateram o holandês Robin Haase e o norte-americano Jesse Levine por 7/6 (7-2) e 6/3.

A vitória da dupla britânico-mineira foi bastante apertada, com vantagem de apenas três pontos no total (67 a 64). Com uma quebra para cada lado, o set inicial foi definido no tiebreak, no qual Sá e Murray levaram a melhor. Na segunda parcial eles aproveitaram melhor os break-points, concretizando os dois que tiveram a seu favor contra um em quatro dos rivais.

Este é o sexto torneio que Sá faz ao lado do irmão mais velho de Andy Murray, sendo quatro deles em nível ATP. Nestes, os dois acumulam quatro derrotas e apenas uma vitória, situação diferente se comparada ao único challenger que jogaram, em Luxemburgo, onde foram até a final, mas acabaram com o vice-campeonato.

No ano passado, o mineiro e o britânico tiveram mais sucesso quando configuraram parceria. Juntos, eles foram às quartas em Bangcoc e conquistaram o título do ATP 250 de Metz, derrotando na final o mineiro Marcelo Melo e o tcheco Lukas Dlouhy.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio
ProSpin