fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Copa Davis, Espanha, final, Copa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Copa Davis, Espanha, final, Copa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Rafael Nadal, Copa Davis, Espanha, final, tênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/nadal/1011_entrevista_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/nadal/1011_entrevista_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Nadal vê como improvável retorno na Copa Davis
15/10/2012 às 12h25
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/nadal/1011_entrevista_int.jpg" title="Nadal deve voltar mesmo apenas na Austrália" />

Nadal deve voltar mesmo apenas na Austrália

Foto: Divulgação
fiogf49gjkf0d

Madri (Espanha) - Rafael Nadal continua imerso em seu processo de recuperação de sua lesão no joelho, que o afasta das quadras desde a eliminação precoce em Wimbledon. Sem data marcada para o retorno, o espanhol acredita que é muito complicado e quase improvável que ele regresse ao circuito para defender a "Armada" na decisão da Copa Davis, que acontece entre os dias 16 e 18 de novembro.

Em entrevista à CNN espanhola, o canhoto de Mallorca apontou evolução, mas evitou cravar o retorno. "O joelho segue me incomodando, melhorou um pouco, só que ainda dói", declarou Nadal, que praticamente descartou a Davis. "Possível tudo é, mas acho improvável. Não sei se vou poder disputar ou não. Necessito trabalhar a uma intensidade muito mais baixa do que requer a Davis e o Finals", explicou.

"Parece que estou na última fase da recuperação. Mesmo que não seja, continuarei trabalhando conforme mandam os médicos", disse um otimista Nadal, que nesta segunda-feira manteve-se na quarta colocação do ranking mundial, atrás do suíço Roger Federer, do sérvio Novak Djokovic e do britânico Andy Murray.

O canhoto de Mallorca reconheceu também que precisou mudar seus objetivos por causa da lesão no joelho. "Tinha a esperança de recuperar o número 1 ainda em 2012. Agora, me conforto em voltar para o Australian Open e poder ser 100% competitivo", declarou Nadal, que finalizou com uma mensagem de otimismo aos seus fãs: "Não vou me aposentar do tênis e voltarei quando estiver bem".

Últimas notícias
Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis
ProSpin
HandDry