fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Florian Mayer, Aleksandr Dolgopolov Jr., Gilles Simon, Masters 1000 de XangaiCopa Davis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Florian Mayer, Aleksandr Dolgopolov Jr., Gilles Simon, Masters 1000 de XangaiCopa Davis" lang="pt-BR" xml:lang="pt-BR" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Andy Murray, Florian Mayer, Aleksandr Dolgopolov Jr., Gilles Simon, Masters 1000 de Xangaitênis" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/murray/1009_xangai_coletiva_int.jpg" /> fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/murray/1009_xangai_coletiva_int.jpg" />
Notícias | Dia a dia
Murray evita comemorar vitória por desistência
10/10/2012 às 09h22
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
2012/murray/1009_xangai_coletiva_int.jpg" title="Murray ainda não entrou em quadra em Xangai" />

Murray ainda não entrou em quadra em Xangai

Foto: Arquivo
fiogf49gjkf0d

Xangai (China) - Sem sequer precisar entrar em quadra, assim foi que o britânico Andy Murray conseguiu sua vaga para as oitavas de final no Masters 1000 de Xangai. O número 3 do mundo iria estrear no torneio nesta quarta-feira, mas contou com a desistência do alemão Florian Mayer para avançar. Apesar da oportunidade de pular um confronto, ele evitou comemorar o triunfo por abandono.

"Você nunca sabe se é uma coisa boa ou ruim", comentou o escocês de Dunblane, revelando um lado ambíguo de não jogar. "Meu próximo adversário já vai ter jogado duas vezes nestas condições e eu vou levar um tempo para me adaptar", acrescentou Murray. Seu próximo adversário será o ucraniano Alexandr Dolgopolov, algoz do francês Gilles Simon, com parciais de 6/3 e 6/4.

Murray enfrentou o ucraniano logo na primeira semana da temporada, disputando com ele o título em Brisbane, onde o britânico levou a melhor e sagrou-se campeão. Ele também triunfou nos outros dois encontros que tiveram pelo circuito, nas quartas de final do Australian Open, no ano passado, e pelo Zonal da Copa Davis, em 2006.

Sem entrar em quadra para valer até agora, o escocês quer redobrar os treinos para tentar estar o mais preparado possível para sua estreia. "Preciso ter certeza que de que vou estar suficientemente preparado para fazer um bom papel", disse Murray, que na semana passada foi derrotado nas semifinais em Tóquio pelo canadense Milos Raonic.

Ao comentar sobre a ponta do ranking, Murray acredita que o sérvio Novak Djokovic é quem vai terminar o ano na liderança. "É muito difícil fechar a temporada como número 1. Acho que Novak está muito distante e deve garantir (a liderança)", comentou o britânico, atual terceiro colocado no ranking da ATP, em relação à vantagem do sérvio sobre os demais nos pontos somados em 2012.

Últimas notícias
Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio
ProSpin