TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Djokovic mantém o sonho em Paris
Por Chiquinho Leite Moreira
junho 6, 2015 às 1:45 pm

Não sem sustos e muita luta, Novak Djokovic manteve o sonho de, enfim, conquistar Roland Garros e completar sua coleção de troféus do Grand Slam. Tem ainda um desafio e tanto pela frente, um Stan Wawrinka cheio de confiança e que vem ‘limpando as linhas’ em seus últimos jogos.

O tenista sérvio vem fazendo por merecer mais este troféu. Só que justamente agora na reta final o seu favoritismo não parece estar tão forte como nas vésperas da competição. É claro que passou fácil por Rafael Nadal, mas diante de Andy Murray contou com uma vitória em dois tempos. Tive a impressão de que se o jogo não fosse interrompido, talvez o número um do mundo tivesse sucumbido. Por incrível que possa parecer, mas o dono da ‘Djokolife’, linha de produtos para a saúde, sentiu a correria diante do escocês. Em certo momento até apoiou-se na raquete.

Difícil prever o que vai acontecer com Wawrinka. Ele mesmo admitiu estar surpreso com suas atuações em Paris. Mas do jeito que vem jogando, indo para as linhas, pode ganhar de qualquer um, se suas bolas estiverem entrando. Se não for o seu dia pode perder feio. A expectativa, porém, é de um jogo equilibrado.

A torcida por Djokovic tem lá seus motivos. Nos tempos em que andava mais pelo circuito ouvia muitas reclamações ao comportamento do sérvio. Sempre no mesmo tom. De que em público é uma pessoa, mas na intimidade muito exigente, aborrecido etc e tal. Bem como o que interessa é sua vida pública, então prefiro curtir suas simpáticas entrevistas, suas brincadeiras e ações. Como a de correr com todos os pegadores de bola pelas alamedas de Roland Garros numa manhã de exercício de aquecimento.


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>