TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Federer vs Nadal completa dez anos
Por Chiquinho Leite Moreira
março 27, 2014 às 10:48 pm

Numa sexta feira em Miami teve início a hoje lendária rivalidade entre Roger Federer e Rafael Nadal. O tenista suíço vinha de título em Indian Wells, com vitória sobre Tim Henman. Não estava no melhor de seu físico por conta de problemas de saúde e alguns dias de cama. Perdeu por 63 e 63, mas não buscou desculpas. Na entrevista confessou que pouco sabia sobre o adversário. E a informação de que se tratava de um ‘clay couter’ não conferiu. Mostrou, já na época, a versatilidade que levou o espanhol a vencer Slams em todos os pisos.

Federer sabia que estava nascendo um outro grande campeão. Capaz de ameaçar a sua soberania, pois neste primeiro encontro o suíço já ostentava dois troféus de Grand Slam.

Hoje o retrospecto de 33 jogos mostra 23 vitórias de Nadal. Recentemente pediram-me para selecionar os dez melhores encontros, nestes dez anos de intensa e bela rivalidade.

É claro que o primeiro encontro, com a vitória de Nadal entra nesta seleção, em minha opinião, é obvio. Cada um pode fazer sua lista se quiser. O segundo encontro defino como o da vingança. Um ano depois, no mesmo torneio de Miami, Federer venceu por 26, 67(4), 76(5), 63 e 61. Na época, as partidas finais do Masters eram jogadas em melhor de cinco sets.

Depois veio Roland Garros 2005. Nadal mostraria que a Philippe Chatrier se transformaria no seu palco preferido. O encontro de 2006 em Monte Carlo também foi marcante. O ano de 2008 foi marcante com a final de Wimbledon de 2008 com título do espanhol no que, até então, se tratava do palco preferido do suíço. Na mesma grama, outra final em 2007, só que ainda com supremacia de Federer.

De volta a Roland Garros, àquela final de 2008  que deu vitória fácil para Nadal e fez Federer chorar. É claro que não se pode computar como um jogão, mas pelo que aconteceu, com impressionante supremacia do espanhol vale entrar na lista.

Adiciono a decisão do Australian Open de 2009, com mais uma vitória de Nadal. Meses depois a vingança de Federer que bateu o espanhol em sua casa, Madri. Encerro com final do Masters de 2010.


Comentários
  1. Luiz Fernando

    A primeira grande rivalidade no tenis q vi foi entre Borg vs Connors, posteriormente o sueco vs Big Mac e depois a q eu considerava a maior de todas, Agassi vs Sampras. Porem, nao sei se pela difusão muito maior causada pelas transmissoes ao vivo cada vez mais comuns, as disputas Rafa vs aposentado me parecem de longe as q mais redundaram em manchetes, as q mais dividiram opiniões, as q mais causaram polemica. Dois grandes campeões, versateis, cada um no seu estilo, F mais tecnico, N mais força, angariando a bagatela de 30 GS vencidos, no momento com vantagem do suiço em 17×13. Gostaria tambem de aproveitar o ensejo p fazer um esclarecimento: nós torcedores do Rafa não temos nada contra o aposentado, ao contrario dos torcedores do suiço, q odeiam Nadal. Pq não temos nada contra? Simples, como poderiamos não gostar de alguem q nos proporcionou tantas alegrias, tantas conquistas, tantas vitórias, tantos títulos…

    Responder
    1. Marquinhos

      Nadal também nos dá muitas alegrias, pois, se fosse mais talentoso, habilidoso, tivesse mais torcida, mais audiência, mais carisma…… poderia estar disputando o posto de maior da história com Roger, mas, como não tem e nunca terá, não será nem lembrado entre os top-5 da história. Nadal só serviu para mostrar o GIGANTISMO de Roger Federer.

      Responder
      1. Silva Jr

        Marquinhos, o Nadal, com certeza absoluta está entre os 5 melhores tenistas de todos os tempos…..não se engane, não seja cego, ao não louvar um cara que ganhou somente 8 finas de um grand slam, e nunca perdeu a final dentro desse grand slam, e quando jogou com o Federer simplesmente zerou a cabeça do suíço, ou seja, simplesmente imbatível, coisa que não se pode falar do Federer em Winbledon, que, perdeu uma final para alguém que não era do ‘ramo’, se é que você me entende. portanto, o NADAL será lembrado sim por ser um dos melhores, e por simplesmente ter um freguês para treino de luxo, que seria o Federer. Rivalidade é quando a coisa é pau-a-pau, mas quando a coisa é 33 x 23, e 7 anos sem vitória em grand slam, não há rivalidade. e olha que não sou torcedor do Nadal, mas o obvio eu enxergo.

        Responder
  2. Pingback: wordpress aprendiz » Federer e Nadal duelam há 10 anos. Relembre os principais confrontos

  3. Marcelo F

    O melhor jogo entre eles que assisti foi sem dúvida a final do AO09. Cau um pouco no quinto set, mas os quatro primeiros foram espetaculares.

    Responder
  4. Marcel

    Olá Chiquinho! Concordo com a maioria dos jogos de sua lista.

    Mas gostaria de adicionar um jogo muito importante, talvez tão épico e de alto nível técnico quanto a final de Wimbledon de 2008, mas talvez menos lembrada pelos fãs: a final do Masters Series de Roma 2006, com vitória em 5 sets de Rafael Nadal, com direito a salvar 2 match points (6-7(0), 7-6(5), 6-4, 2-6, 7-6(5)). Definitivamente inesquecível e impossível de não constar nessa lista!

    Abraços,

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Boa… sem dúvida. Mas falar dos melhores jogosw entre os dois é como colocar um elefante numa caixa de fósforo. Selecionar dez encontros realmente é difícil. Mas a ideia não seria os dez melhores, mas sim os que foram marcantes, como a final de RG em Federer perdeu em três sets rápidos. Imagine quem pagou ingresso para uma final de slam entre estes dois gênios e tudo estava resolvido em pouco mais de uma hora, de um jogo sem emoção.

      Responder
  5. welington

    Parabéns chiquinho, depois de 2 grandes finais como as de miami 2014 com serena campeã e djokovic dando um passeio em nadal vc não escreve nada?
    Lamentável…

    Responder
  6. Chico Estevam

    Chiquinho, acho que a vitória de Federer no saibro de Hamburgo em 2007 com direito a pneu do suíço no 3º set, quando aquele torneio ainda era de nível Masters, caberia muito bem na sua lista, talvez no lugar de Monte Carlo 2006. O que acha?

    Sugestão: escreva um post sobre as suas expectativas e palpites para a temporada de saibro.

    Abraços!!!

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Realmente esta vitória em Hamburgo tb foi marcante. Difícil escolher dez, levando-se em conta não só os jogos mais emocionantes. Mas, sem duvida, vc tem razão. Legal… muita boa sua sugestão. Afinal, o que já foi o ‘ganha pão’ de Guga e o recreio de Nadal, agora pode ter um novo rei do saibro…

      Responder
  7. gustavo aleixo da silva

    BORG X MCENROE,AGASSI X SAMPRAS E NADAL X FEDERER COM CTZ AS MAIORES RIVALIDADES DO TENIS MUNDIAL…AGORA ESTA PINTANDO DJOKO X NADAL,JA Q FEDERER DIFICILMETEEEE FAZ FRENTE AOS DOIS QDO OS ENFRENTAM ! ABRAÇÃO CHIQUINHO..!!

    Responder
  8. mariliense

    Outro jogo marcante que ficou na história devido ao tira teima de quem era o melhor da época, foi em 2007 no chamado Batalha das Superfícies, onde foi armado uma quadra com metade saibro e metade grama. Foi um grande jogo e o resultado deu o que falar : Nadal 2 x 1 Federer ….

    Responder
  9. Reginaldo Moreira

    sempre fui admirador e torcedor do Federer, mas não querer reconhecer Nadal como um dos 5 maiores de todos os tempos é “birrinha” de torcedor de futebol.

    Responder
  10. João

    Nadal nos confrontos diretos pode ter grande supremacia, mas se desconsiderássemos o saibro, onde ele é monstruoso, e ninguém consegue vencê-lo os confrontos ficam 10 a 8! E não podem falar que o Federer tem preferência de quadras, pois ele é bom em todas, até no saibro (prova que 15 dos 33 confrontos foram lá)!

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>