TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
USA survives
Por Chiquinho Leite Moreira
fevereiro 4, 2013 às 6:33 pm

Interessante e sintomático o título usado pelo site oficial da ATP para definir a vitória dos Estados Unidos sobre o Brasil neste fim de semana, pela primeira rodada da Copa Davis: “USA survives”. Esta é realmente a impressão que ficou, a de que os americanos sobreviveram na disputa.

Este reconhecimento internacional avaliza toda a torcida brasileira. Afinal, deixa claro que não se tratou de ‘oba oba’ com o time brasileiro. Houve um respeito pelo que Thomaz Bellucci, Tiago Alves, Marcelo Melo e Bruno Soares fizeram. Lutaram, foram eficientes e poderiam sim ter vencido.

São raras as vezes em que se sai de uma derrota satisfeito. Com a certeza do dever cumprido, de ter lutado, de cabeça erguida e com orgulho do que se fez.  Até mesmo Bellucci, sempre criticado pela sua apatia, recebeu entusiasmados elogios à sua vitória sobre John Isner. Todo o time se superou e colocou o coração na raquete. E, por isso, pode-se dizer “valeu Bellucci”, “valeu Tiago”, “valeu dupla Melo e Soares”… agora com aval da ATP.

 

 


Comentários
  1. Henrique Farinha

    Chiquinho, realmente eles contrariaram todas as expectativas, principalmente as minhas!! rsrs. Foi uma atuação de muita garra, exceto no jogo do Bellucci contra o Querrey. Penso que Bellucci, nesse primeiro jogo, poderia e deveria ter feito bem mais. De todo modo, com a atuação de Thiago contra Isner e, em especial, a vitória de Melo/Soares contra os irmãos Bryan, a equipe incendiou e, aí, Bellucci entrou num outro estado de ânimo contra Isner. Teve muito mais raça do que no primeiro jogo. Fez o que dele se espera, ganhando ou perdendo, mas disputando ponto a ponto. Bola pra isso ele tem. Espero que essa vitória contra Isner inspire Bellucci no restante da temporada. Que ele, mais do que qualquer um, passe a acreditar nele mesmo e a pôr isso em prática. Se fizer isso, estará no top 20 ou, quem sabe, até no top 15. Não o vejo tecnicamente inferior, por exemplo, a Tipsarevic, que o supera, todavia, no aspecto mental. Torçamos por Bellucci. E temos de dar os parabéns a todo o time e, em especial, ao Thiago, que jogou além do que normalmente pode, doou-se em quadra e fez o possível e o impossível para disputar de igual para igual contra o time norte-americano. Se alguém inspirou a garotada que assistiu aos jogos neste fim de semana, esse alguém foi ele. Abs!

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Henrique vc tem razao. Faltou talvez acreditar jah na primeira rodada. Essa confianca veio com a vitoria nas duplas
      abs
      Chiquinho

      Responder
      1. Marcelo

        Apesar de ter certeza que a dupla iria jogar bem independentemente disso, acho que a confiança começou a nascer ainda antes, com o Thiago levando o Isner ao tiebreak e mostrando sangue “nozóio” mesmo perdendo.

        Responder
  2. Ezequiel Cabral

    A nossa dupla…Sensacional !!!
    Orgulhoso do desempenho do Brasil.
    Às vezes eu fico com a impressão de que a gente acredita no Bellucci muito mais do que ele mesmo…
    Enfim, valeu pelo Thiago…jogou muito! Espero que isso dê uma alavancada na temporada dele e que ele possa se aproximar mais do top 100.
    Grande abraço

    Responder
  3. João Lopes

    Chiquinho, concordo que tivemos um resultado muito acima do que muitos esperavam, mas a inconsistência do Belucci ainda nos atrapalha. Sabemos que cada jogo é um jogo, mas é dificil entender como o cara é atropelado na Sexta pelo Querrey daquela maneira, se na verdade ele é capaz de vencer até o Isner. Outro ponto é que a equipe dos EUA escolheu o pior lugar no país para se confrontar com o Brasil, a Florida está cheia de brasileiros, nossa torcida estava em peso na quadra.

    Responder
  4. jose flavio nunes

    o brasil so tinha a dupla cade os milhares de reais dos correios que estao sendo investidos nos tenistas desconto so para o tiago que vem lutando com dificuldade a anos mas ja passou seu tempo

    Responder
  5. Maurício

    Realmente, o problema foi o “exceto”. O Bellucci parece que tem transtorno bipolar. Faltam-lhe dois “Cs”: CABEÇA e CONSTÂNCIA. Uma hora perde pra qualquer um, outra hora ganha de um Top 10. Mas serviu pra ganhar confiança para o próximo confronto. Quanto à dupla, DEZ. Em tudo!! Bellucci também foi DEZ no jogo contra o Isner. Já no jogo contra o Querrey, ele foi DEZorientado e DEZbarrancado

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Verdade Mauricio… acho que o TB poderia ter feito mais no primeiro dia com o Querrey. Só que o serviço do cara é realmente um problema.
      abs
      Chiquinho

      Responder
  6. GUSTAVO ALEIXO DA SILVA

    FALA AI CHIQUINHO ,BLZ ? BOM NEM VAMOS COMENTAR SOBRE O BELLUCCI ,PERDER DO “GROSSO” SAM QUERREY …SE TIVESSE VENCIDO ESTARÍAMOS COMEMORANDO ,UMA VITÓRIA ÉPICA !

    PODERIA INFORMAR QUAL HORARIO DO JOGO DO NADAL NA BANDSPORTS HJ ?

    UM ABRAÇO.

    GUSTAVO( BAURU ,EU Q ESTAVA JOGANDO COM ROGER GUEDES , SEGUNDA NO B.T.C. )

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Valeu Gustavo…
      O jogo do Nadal foi ontem às 19hs. Volta a jogar nesta sexta-feira. Agora quanto a vc pegar pangaré pela frente, sinceramente, não posso fazer nada.
      abs
      Chiquinho

      Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Mauricio… por favor reenvie seu comentário. Estamos com um novo servidor. Ainda não estou totalmente ambientado. E, por isso, talvez tenha deletado sem perceber. O processo atual é simples, mais dinâmico, pois permite troca de ideias entre todos no blog, mas nestes últimos dias, por exemplo, têm entrado mensagens estranhas, em diversos idiomas, com conteúdo sem nada a ver com o tênis. São spams e o seu comentário pode ter sido deletado erroneamente.
      abs
      Chiquinho

      Responder
      1. Maurício

        Chiquinho, eu me enganei. Meu comentário foi publicado, sim. Obrigado por toda a atenção que vc dá pra nós.
        Gostaria de aproveitar p/ perguntar sobre a Vera Zvonareva. Ela, que esteva já a 1 vitória de ser a número 1, sumiu de repente. Ela se contundiu?
        Desde já agradeço.

        Responder
  7. Mauro oliveira

    Fiquei muito contente com o desempenho do Brasil na Davis, os Americanos em um certo momento ficaram com o ** na mão!
    A dupla esteve sensacional, sempre acreditando na vitória. Thiago jogou tudo sou fã do jogo dele! com um saque melhor poderia ter ido muito longe no circuito. Quanto ao Thomas, sinto que ele não sabe o poder que tem nas mãos, pura cabeça!! espero que depois desta maiúscula vitória possa ganhar confiança e mostrar seu jogo. Ele pode ganhar de qualquer tenista! Valeu Chiquinho! Abraços Mauro Oliveira (Ex 4º classe agressivo)

    Responder
  8. Rafael Alves, Tianguá-CE

    Olá, Chiquinho! Achei o desempenho dos brasileiros louvável e torci muito, vibrei mesmo! Mas acho que o “sobrevive” da ATP foi mais uma crítica ao estadunidenses, quase como “ainda respiram na Davis”, visto que o tênis masculino dos EUA está debilitado. Mas, mesmo assim, parabéns aos brasileiros! E até Roland Garros, meu amigo! Abraço!

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>