A reconstrução do joelho de Nadal
Por Chiquinho Leite Moreira
outubro 11, 2013 às 7:27 pm

Deu no daily Mail, um dos mais sensacionais jornais britânicos, a história científica e pesquisada do que foi definido como a maior recuperação de um atleta jamais vista na história do esporte, ou seja, a reconstrução do joelho de Rafael Nadal. Esta semana, o espanhol reapareceu na liderança do ranking mundial. Revelou um retrospecto de 65 vitórias, incluindo dois títulos de Grand Slam. E o que pareceu ainda mais impressionante: sofreu diante de Novak Djokovic, na final de Pequim, a única derrota do ano numa superfície dura, o que em teoria seria o seu pior piso.

O jornal britânico coloca que é de conhecimento geral que Nadal aos 27 anos é um dos mais impressionantes jogadores de tênis da história. E seu retorno às quadras manteve esta mesma forma, também impressionante.

Pesquisas, consultas a vários especialistas, além de diversas entrevistas resultaram numa reveladora reportagem. A conclusão foi que a recuperação de Nadal esteve baseada em três importantes pontos. 1- trabalho duro; 2- máquinas especiais de última geração tecnológica; e 3 – o PRP, a terapia do Plasma Rich Platelet, uma técnica também conhecida como ‘blood spinning”.

Antes de colocar este milagroso tratamento é importante seguir todos os passos. Nada seria possível, não fosse a conhecida determinação de Rafael Nadal. Seu empenho não está restrito às quadras de todo mundo, mas especialmente na rotina de recuperação, com disciplina e rigor.

O segundo passo, que considero também dos mais interessantes, foi o uso de máquinas especiais criadas para sedimentar a recuperação. Uma delas possibilitou que Nadal fizesse exercícios aeróbicos como se estivesse com 30 quilos a menos. É isso mesmo, ele podia correr, exercitar-se sem colocar muita pressão no joelho em recuperação. Isso fez me lembrar, em contraponto, a rude recuperação de um outro monstro das quadras e da determinação: o austríaco Thomas Muster. Ele, depois de quebrar a perna ao ser atropelado por um taxista em Miami (na véspera da final do torneio) começou então a treinar numa cadeira de rodas. Muster era também impressionante. Certo ano em Flushing Meadows resolveu fazer polichinelos nos intervalos dos games para não ‘esfriar’. Estava lá e posso assegurar que, apesar de estarmos na sessão noturna, vivíamos uma calorenta noite de pleno verão no hemisfério Norte.

A terceira, e talvez mais curiosa, fase da recuperação de Nadal passou pela terapia PRP ou ‘blood spinning’. O também tenista espanhol Fernando Verdasco, que passou por várias sessões ao lado de Nadal, é quem deu maiores explicações da técnica, em entrevista durante Wimbledon. A técnica, a grosso modo, estaria em tirar o sangue, mixar e escolher a melhor parte para reinjetar nos tendões do joelho lesionado.

A prática chegou a ser proibida em 2010 pela a WADA, a agência mundial de controle anti-doping. Mas foi liberada no ano seguinte (2011) por entender que não se tratava de grandes transfusões. Apenas uma pequena porção de sangue é usada no tratamento.

A técnica atraiu o interesse de esportistas de diversas modalidades. Entre os que aderiram ao PRP está o golfista Tiger Woods, que também enfrentou sérios problemas no joelho. Mas nem só esportistas de alto nível estão recorrendo ao tratamento. Esportistas de fim de semana também experimentam os benefícios de uma rápida recuperação proporcionada pelo ‘blood spinning’.


Comentários
  1. Fernando

    Realmente a recuperação de Nadal foi fantástica, ficando atrás apenas de Ronaldo. Sinceramente, detesto o estilo dele, mas o admiro muito, sendo ele um exemplo de determinação e controle emocional, não só para os tenistas, mas para profissionais de qualquer área de atuação. Gosto muito do Federer, mas o Nadal tem números ainda melhores, e certamente o ultrapassará em número de grand slams (se não se machucar de novo).

    Obs. Crítica: Lembro novamente que admiro muito o trabalho deste jornalista, mas o critico em relação aos posts “mensais”. Este espaço deveria ser atualizado com mais frequência, e se não houver disponibilidade, poderia ser cedido a outro jornalista e/ou jogador de tênis, para termos mais notícias. O último post ocorreu há mais de três semanas, com diversos torneios em andamento sem uma única atualização.

    Reply
    1. Flávio Vieira Barroso

      Concordo com você Fernando. O Chiquinho tem postado bem pouco mesmo se comparado com o Blog do Tênis por exemplo, que é também da UOL.

      Reply
      1. Chiquinho Leite Moreira

        Flavio fiz uma cirurgia de miopia. O resultado excelente. Operei com Jorge Stefano – genio da oftamologia – e apesar do sucesso tenho um longo periodo de convalecencia q inclui poucas horas aa frente do computador. Tenho tb o Ace Bandsports para fazer, editar e coisa e tal, alem de outras ‘cositas’ mais. Eh obvio q curto muito este espaco e espero maior assiduidade
        abs
        achiquinho

        Reply
        1. Fabio

          Chiquinho, para nós que amamos o tênis e não temos informações na grande mídia, não podemos ter um blog como este, num portal tão grande e importante, com apenas um post por mês. Abs!

          Reply
          1. André Araujo

            Espero ampla recuperação ao Chiquinho, mas é fato que esse blog é bastante desatualizado. Na época do Meligeni havia notícias quase todos os dias. O blog do Dalcim também é vibrante. Ok, houve a cirurgia, mas mesmo antes disso as atualizações eram raras, na média de uma vez por mês. Admiro seu trabalho Chiquinho. Quando trabalha. Abs.

          2. André Araujo

            Gostaria de saber por que meu comentário anterior foi censurado. O Chiquinho não saberia lidar com as críticas? Fui educado e somente fiz coro às outras críticas aqui colocadas de que precisamos de um tenista ou de um comentarista que publique mais, que trabalhe mais no blog. Atualizações mensais para um meio de comunicação como a Internet estão longe do ideal.

          3. Chiquinho Leite Moreira

            Andre tem caído uma imensidão de spam na caixa… talvez por isso seu comentário tenha ido embora. Aproveito para explicar que não faço só o blog. Estou preparando um novo post com uma nova realidade do tênis.abs

    2. Ygor Fonseca

      Eu discordo quando voce diz que a recuperação do nadal fica atrás da do ronaldo … porque ? porque um jogador de futebol pode voltar aos pouco jogando 20 min, 15 min na partida até se recuperar 100% . No tênis é diferente voce tem que joga uma partida de 1ou 2 horas um dia atrás do outro… no tenis é tudo individual . o futebol é coletivo voce não precisa se esforça tanto …

      Reply
        1. Ygor Fonseca

          Não chiquinho não estava falando de voce não , eu disse que discordava do comentario acima, do FERNANDO … Desculpa o mal entendido ! abs

          Reply
          1. Denis

            Talvez a afirmação seja com base no tipo de lesão que os dois tiveram, e não pelo tempo de recuperação. No caso do Ronaldo, me pareceu muito mais grave.

      1. Leo

        Você comete alguns equívocos e resolvi te ajudar:
        – O tempo real de bola em jogo, numa partida de tenis é baixíssimo.
        – Raramente se faz piques extensos de corrida como no futebol, em que o atleta precisa correr em alta intensidade por muitos metros seguidos.
        -O futebol é coletivo, mas isso não quer dizer que quem está sem a bola, esteja parado. É preciso sempre se posicionar e isso envolve muitos piques de corrida.

        Reply
      2. Henrique Farinha

        Ygor, e eu discordo de vc. A razão de considerarem a recuperação de Ronaldo extraordinária foi o fato do joelho dele ter literalmente desmontado e, após dois anos parado, voltar para valer em plena Copa do Mundo e ser campeão e artilheiro. É claro que o tênis é um esporte individual, mas Nadal voltou em torneios de nível bem menor do que o dele, num piso favorável, justamente para se preparar para voos mais altos. Ele teve tempO e condições de recuperação. Abs

        Reply
    3. Maurício Luís

      Fernando, o Chiquinho tem escrito menos em comparação com outros, mas reconheçamos a qualidade dos “posts”. Este último sobre a reconstrução do joelho do Nadal achei primoroso. A “tchurma” fica só cogitando coisas sobre a recuperação “mágica” do joelho. Muitos desconfiam de doping. O único blogueiro que vi colocar realmente o pingo nos “is” foi o Chiquinho. Não tem mágica, tem tecnologia.
      Ah, em tempo: não sou advogado do Chiquinho, mas o que é justo é justo.

      Reply
  2. Mauricio

    Esqueceram de mencionar que o Nadal é a única pessoa da história do esporte que não se cansa. É um caso a se estudar. Alguém aí já viu ou tem o vídeo do Nadal cansado em algum jogo ? Desafio alguém a achar. Mesmo depois de uma final de GS, de mais de 5 horas de jogo duríssimo, correndo como um maluco, nem ofegante ele estava, parecia pronto pra outra partida, enquanto o adversário, como qualquer pessoa normal, estava exausto. Esse é apenas um exemplo. Tem inúmeros jogos duríssimos que ao final parecia que tinha ido passear no bosque. Curiosissimo esse fato.

    Reply
      1. Leo

        Chiquinho, após o término do jogo parecia. Mas vc há de convir, que os dois provaram serem ótimos atores, durante a carreira. hahaha
        Durante a partida, não demonstrou cansaço. Apenas o desapontamento, pois era a época que o Djokovic engolia ele seguidamente.

        Reply
    1. Jana

      Não, ele não é o único que não se cansa. É provável que você não tenha assistido a final de Miami em 2011. Numa temperatura elevadissíma o Nadal terminou a final desidratado e o Djokovic inteirinho.
      Outro que sempre faz cara de cansado e depois corre horrores é o Murray. Outro que nunca teve uma dor na unha até os 30 anos é o Federer. Veio ter uma dores nas costas agora, após os 30. Se excluirmos o ano de 2013 na qual o desempenho do suiço é muito abaixo das outras temporadas podemos dizer que é muito “estranha” a distância que o tal “FabFour” apresenta em relação aos demais jogadores do circuito .

      É leviano, já que os exames não dão positivo afirmar que usam substâncias proibidas. Mais leviano ainda é, a partir da hipótese “desempenho físico”, afirmar que o Nadal é o único a usar desse artíficio observado o desempenho dos outros.

      Ou seja, assim como acho que não existem “santos” no esporte profissional também acredito que o espanhol não é o único “diabo” da história.
      Após o caso Lance Armstrong eu perdi a pouca credibiidade que eu tinha em relação ao esporte profissional. Mas acho que no tênis, em relação a outras modalidades, o uso de substâncias proibidas não vai fazer diferença significativa se o cara não souber jogar. Tênis é muito físico mas também é estratégia, tática, cabeça, etc.

      Reply
      1. Jose Yoh

        Todos eles sabem jogar bem. Então uma pequena diferença no físico aumenta a confiança e faz muita diferença no estratégico também. Para ser sincero, acho que todos em algum momento já utilizaram substâncias proibidas.

        Reply
    2. Brito Cunha

      Além de curioso, é um fato muito triste…. “N” partidas vencidas por Rafael Nadal no set decisivo, baseado claramente na sobrepujância física explícita sobre o adversário… Além do fato claro que, de tratamento por plaquetas para doping sanguíneo é um pulo, ainda mais quando o atleta obtém o Special Use Exempt por questões médicas… tudo muito lamentável…

      Reply
    3. Helena Abreu

      Mauricio

      Eu concordo com tudo que você escreveu. Acho que ou algo que não sabemos ocorreu, ou então temos um gênio único que para por 7 meses alegando problema grave no joelho e depois volta e perde pouquíssimas partidas, joga sem parar em qualquer piso, sem nenhuma dor, incômodo ou cansaço, sem nenhuma dor no joelho machucado, num tênis super competitivo onde há vários jogadores excepcionais. todos se cansam, perdem o foco, saem de jogo e ele sempre dá 110% se cansar e sem perder o foco? Acho impossível que alguém com joelho com problemas possa correr desta forma sem se cansar, principalmente numa quadra dura que castiga demais os joelhos. Um dia quando ele se aposentar talvez se saiba o que realmente aconteceu.
      Helena Abreu

      Reply
  3. lina

    Vamos ver daqui por diante depois dessas explicações do Daily Mail, alguns desinformados param de colocar “bomba” no corpo do Nadal. Houve até insinuações de alguns jornalistas e Imprensa a respeito de doping com o espanhol. Tem pessoas que não sabem separar o joio do trigo, vamos torcer sim, mas sem exageros doentios, vamos torcer sem ofensas. Apesar de para o Federer, nunca duvidei do tratamento e recuperação de nenhum tenista, cabe ao órgão competente as investigações. E vida longa para esse esporte fantástico que é o tênis.

    Reply
  4. lina

    Apesar de torcer para o Roger Federer, nunca duvidei de tratamento de nenhum tenista, existe um órgão para essa finalidade. Com raras exceções , esse esporte é um dos mais limpos.

    Reply
  5. Spencer Santos

    Fantástico! Agora que está tudo explicado, espero que os fãs do basiléio e os anti-Nadal foquem somente o “jogo de tênis”.

    Reply
  6. leo

    Durante um torneio oficial, ele também parece ter 30 kg a menos, dada a sua “capacidade” de não cansar e jogar por 5 horas como se estivesse no primeiro set. Esse procedimento provavelmente não conta como doping, ainda que tenha efeitos superiores.

    Reply
  7. Luiz Fernando

    Isso só demonstra q as acusações infundadas e insensatas de alguns imbecis q frequentam os blogs de tenis fizeram são coisa de gente baixa e mediocre, q apenas tenta denegrir os adversários ao inves de reconhecer os meritos, por mais amplos q eles sejam, e no caso do Nadal, eplo relatado e pelos resultados obtidos, essas virtudes extrapolam o q é visto na quadra. Coisa de mau esportista, e mau perdedor. Nesse e em outros blogs teve gente q só faltou atribuir a recuperação do cara a bruxaria, o q as vezes eu até entendo, pois o Nadal fez esses caras cairem na realidade e o sofrimento deles tem sido muito, mas muito grande mesmo desde a ascenção do espanhol.

    Reply
    1. Ricardo

      É verdade! eu acredito no Nadal, como também acreditava em Lance Armstrong, Carl Lewis e Ben Johnson. Eu confio na integridade do esporte de alto rendimento.

      Reply
      1. daniel

        Caro Ricardo, não interessa no que você confia ou não. Se a questão for o “esporte de alto rendimento”, nem sei o que você faz acompanhando tênis e outros esportes, porque todos são de alto rendimento. O importante, para quem tem caráter, é acusar pessoas com provas concretas. Fazer comentário malicioso pela Internet é moleza. Imagine se algum dia você tiver um filho e der esse tipo de exemplo para ele.

        Reply
    2. Luiz Fernando

      Acho q vc posta olhando pra um espelho, deve ter algum problema psiquiatrico sério… Mas bola pra frente, a fé remove montanhas, mesmo q medicina seja impotente pra te ajudar ainda restará a fé…

      Reply
      1. Rogério Frederiko

        Meu, comente o post. Analise a notícia e não fique descarregando suas frustrações nas pessoas. Lá atrás você já postou “Isso só demonstra q as acusações infundadas e insensatas de alguns imbecis q frequentam os blogs de tenis fizeram, são coisa de gente baixa e medíocre”. Agora, sou eu quem devo ter “algum problema psiquiátrico sério…”? kkkkkkkk
        Aceite a opinião de cada um, e emita a sua, na boa. Posso pensar diferente?
        kkkkkkkkkk
        Dê mais risada pra vida meu. Pegue mais leve com as coisas, porque essa raiva contida e essa arrogância de quem sempre tem razão vão te deixar muito carrancudo na velhice.
        kkkkkkkkkkkk Vamos dar mais risada!!!

        Reply
  8. O LÓGICO

    Tudo explicado, kkkkkkkkk, quer dizer, tudo CAMUFLADO, kkkkkkkk. A explicação mais espetacular jamais contada para encobrir o mais podre dos casos de doping da história do tênis mundial. Tudo explicado parte por parte, kkkkkkkk, só não se explica como nesses sete meses, submetendo-se a esse esforço hercúleo, kkkkkkkkk, ainda teve tempo para treinar, kkkkkkkk, mostrando claramente em seu regresso que nunca esteve parado.

    Rafael-animal-dopadinho-nadal é um pé de chinelo, kkkkk, não tem poder, kkkkkkk, não tem a quem dar prejuízos financeiros se sua imagem de filho de Capone vier à tona, kkkkkkkkkkk

    Me engana que eu gosto Nadalzetes kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Reply
    1. Rogério Frederiko

      Boa! Concordo com você e o povo continua acreditando em tudo que lê kkkkkkk.
      E quando leem o que gostam, ficam looouuuuuooosss kkkkkkkkkkkkk
      O Agassi só falou bobagem???
      Os fisiologistas só falam bobagens???
      Tirar sangue, mixar e colocar de novo, kkkkkkkk
      A industria das substâncias para mascararem o doping, fatura milhões e doping não existe kkkkkkkkkkkkkk
      Boa sr. Lógico.
      RF

      Reply
    2. Luis

      Comentarios como desse “O LOGICO” nao acrescentam nada a discussao saudavel sobre o esporte e nao deveriam ser aprovados.

      Reply
    3. daniel

      Que bobeira! Tanto kkkkk para falar isso. Acho que o Spock devia te processar por depreciação de imagem. Jornada nas Estrelas chegou ao fundo do poço.

      Reply
    4. Oliveira

      Seria LÓGICO que você, que tem CERTEZA que o Nadal se dopa

      1) Aoresentasse provas da culpa dele

      2) Deixasse de assistir tênis, que pela sua LÓGICA, é um esporte sujo…

      Nada… Ao invés disso prefere vomitar besteiras sem LÓGICA nenhuma… Te emenda pseudo-intelectual…

      Reply
      1. O LÓGICO

        kkkkkkkkkkkk Tá bom, me mostra uma foto do siri dopadinho fazendo tratamento e usando uma, pelo menos uma, kkkkkk, das duas tecnologias informadas no texto: máquinas especiais de última geração tecnológica; PRP, a terapia do Plasma Rich Platelet, uma técnica também conhecida como ‘blood spinning”.

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Agora a cereja do bolo foi pegar como autoridade moral o Fernando cara de cracolândia, kkkkkkkkkkkk: “O também tenista espanhol Fernando Verdasco, que passou por várias sessões ao lado de Nadal, é quem deu maiores explicações da técnica”. Ah, eles ficaram juntos mesmos, eu não tenho a menor dúvida kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Chiquinho sou seu fanzaço, não perco um ACE, mas não acredito numa linha do que foi passado aos jornalistas. E vou mais longe, tem algum jornalista de boa cepa já de olho nessa mutreta e logo logo a bomba vai explodir kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Reply
  9. Marta

    Rafa Nadal e o exemplo de atleta por ser extremamente determinado, disciplinado e inteligente. Merece tudo que ganhou este ano. Fantastica sua sabedoria e humildade. Joga muito! Provavelmente o melhor jogador de todos os tempos! Chiquinho Parabens pelo blog!

    Reply
    1. O LÓGICO

      Marta, poderia explicar essa equação que você propõe? OGRO=inteligência, kkkkkkkkkkkkkkkkk, não cara, tudo que ele leva para quadra é do Tio, acorda, kkkkkkkkk. Ele passou uma temporada toda sem ganhar do Djoko e o tio confessou que não sabia mais o que fazer para seu sobrinho ganhar do sérvio; e lembre-se de que sempre o Tio Corleone passa instruções na cara de pau para o sobrinho quando esse tá nas cordas, kkkkkkkkkkkk.
      Nadalzetes vocês precisam aderir ao partido do LÓGICO, kkkkkkkkkkkk

      Reply
      1. Maurício Luís

        Lógico, eu também não vou nada com a cara do Nadal. Mas mesmo que ele só cumpra ordens do tio, isto não tira o mérito de ter condição física para cumprir as ordens. Uma coisa é mandar “correr como um capeta”; outra coisa é por em prática. E vamos ver até onde GUENTA esse joelho mágico…

        Reply
  10. Sergio Ros

    A logica do tênis é simples, o jogador com mais títulos de GS, mais tempo como n°1 e melhor retrospecto é considerado melhor do que o adversário. Nadal vence Djokovic nos 3 quesitos acima, simples assim. Federer vence Nadal em 2 deles, por isso é considerado o maior da historia. Federer > Nadal > Djokovic. Isso são fatos concretos, achismos e boatos são argumentos falhos e que caem no esquecimento ao passar do tempo, na historia ficam marcados os grandes campeões, não os jogadores com maior numero de seguidores no twitter (pior que Nadal provavelmente deve ganhar do Djokovioc nisso também). Hoje em dia, principalmente por conta da cultura do futebol, é comum levantarem argumentos com base em fases passageiras e fatos isolados na tentativa de tirrar um sarrinho do amigo, um habito que demonstra infantilidade, mas bom humor, e nada melhor do que dar umas boas risadas, por isso não culpo os “metidos a entendidos”. Deixem eles brincarem e escreverem bobagens, não se estressem.

    Reply
  11. vania

    Chquinho,
    Gosto do seu trabalho no ACE, senti sua falta nos últimos programas.
    Gostaria que você falasse mais sobre a recuperação do RAFA, pois acho que a imprensa falou pouco sobre o trabalho que envolveu a recuperação dele. E , a meu ver parece um pouco estranha essa volta arrazadora dele depois de tanto tempo parado.Veja, não quero ser maldosa, mas até agora não estou convencida da transpararência dos metádos utilizados por esse tenista que , evidentemente, merece todo o respeito pelo seu trabalho e títulos conquitados ao longo dos anos. Ainda que seja de uma torcedora convicta do DJOKOVIC.
    Aguardo seus comentários sempre inteligentes e imparcial.
    Melhoras pra você.

    Reply
  12. O LÓGICO

    E o número 1 do paraguai pipocou, kkkkkkkkkk, ser N1 é para poucos, kkkkk. Mas o maratonista travestido de tenista não aguenta a coroa por muito tempo, kkkkkk, e já tá dando sinais de fraqueza nos ombros kkkkkkkkkk.

    Mas rapaz, falando com LÓGICA, basta uma partida como essa contra o hermano para vermos que esse robozinho é uma grande farsa, kkkkkkkkkkk. Meu, só sabe correr e se defender, esperando a hora de aplicar o seu ganchão do mal e aquele spin produzido pelo braço de Hellboy, kkkkkkkkkkkkk.

    Reply
  13. Paulo

    Caro Chiquinho, com todo respeito, Lance Armstrong também usava e abusava dessas explicações para seu excelente desempenho no ciclismo, negava veementemente tudo e hoje, sabemos o que verdadeiramente ocorreu. Não há interesse de ninguém no mundo do tênis para que “a verdade” seja revelada, pois há muita grana envolvida, há muita gente que vive desse esporte, enfim, melhor “fingirmos” que é tudo legal, normal, dizermos que é a tecnologia avançada, etc, etc e etc do que enfrentarmos a verdade e arcarmos com prejuízos sem fim. Muitos tenistas falam abertamente do uso de várias substâncias, técnicas de transfusão sanguínea, citam nomes de outros tenistas …, e eles estão lá, nos vestiários, acompanhando tudo. Aconselho a pesquisar outras fontes e verá que nem todo mundo concorda com esse “lero lero”. Abraço.

    Reply
  14. Relho

    Federer 95 % inspiração e 5%. transpiração ,

    Djoko 50% inspiração e 50 % transpiração ,

    Nadal. 5%. inspiração e. 95% transpiração …….

    Talento não é força …..

    Reply
    1. Marcelo F

      Até parece… Se Federer fosse só 5% transpiração já teria sido varrido há muito tempo pelos dois, e por Murray também.

      Reply
  15. Leo

    Sempre achei estranho que caras com bastante massa e uma boa altura, como o Nadal e o Murray fossem mais rapidos e resistentes, do que alguns mais baixos e magros como o Rochus ou tenistas secos como o Djokovic e o Federer. Creio que essa tecnologia dos 30 kg a menos, explica bem esse fenomeno.

    Reply
  16. Mário Fagundes

    A partir de agora está tudo explicado sobre a espetacular recuperação do joelho do Nadal? Não, não mesmo. É como dia o ditado: “Me engana, que eu gosto!”.

    Reply
  17. Rogério Frederiko

    O mundo todo sabe que em todos os esportes é quase generalizado o uso de doping e na sequência, substâncias para mascararem sua identificação. Do ciclismo ao futebol, passando pelo tênis, atletismo e o que se imaginar. Como em quase tudo, o discurso é uma coisa e as atitudes são outras. Estamos mais uma vez diante do que está assolando a humanidade: A hipocrisia. Todos as assuntos que se discutem, sejam políticos, sobre álcool, drogas, desarmamentos, tudo, é uma grande hipocrisia.
    Blá blá blá e faço o que é de meu interesse, acobertado pelo $$$$$.
    kkkkkkkkkkkk, certo está o LÓGICO Dr. Spock, rir ainda é o melhor remédio e não tem exame que detecte.

    Reply
  18. Antonio Tapia Garcia

    O ser humano excepcional sempre foi perseguido por os que não o som.. Ex. J. Cristo , A. Einstein , L. D. Vinci , etc.

    Esse pessoal medíocre fica realizado quando o génio erra.

    Até uma outra data. Bom dia . A.T.G.

    Reply
  19. VANIA SANTOS

    Infelismente discordo quando RELHO diz que talento não é força, sabe pq sou uma exelente vendedora e te digo que
    a FORÇA fez de min muito TALENTOSA,
    FORÇA para viver um dia de cada vez ,FORÇA para levantar tapete o dia todo.
    FORÇA para vencer a mente.
    FORÇA para vencer na vida.
    e esta FORÇA pra min tem nome RAFAEL NADAL.
    respeito sua palavras só não concordo
    ass: uma BRASILEIRA QUE NÃO DESISTE NUNCA.
    falei alguma besteira CHIQUINHO.

    Reply
  20. Jose Claudio

    Ola Chiquinho, com todo respeito, não existe maquina, não existe vontade, não existe tecnologia que faça alguém voltar a jogar tênis como nosso amigo Rafael Nadal fez em 2013…………..alguma coisa aconteceu e não foi algo legal, posso ser leviano ao afirmar, porém, não conheço na historia do esporte algo ao menos parecido com o que aconteceu em 2013 no tênis, em qualquer modalidade……….superação, busca por limites………tem algo errado, o problema esta justamente no seu post………..o jornalismo atual apenas reproduz artigos de outros, e não busca a verdade, com um jornalismo investigativo, buscando a verdade……….e convenhamos, com um post por mês vc não vai conseguir encontrar a verdade….abraços.

    Reply
  21. Fernando S

    As colunas estão cada vez melhores.

    As críticas tem sido muito construtivas (sobre o Bellucci outro dia, por exemplo). A propósito, o que você achou da contratação do Clavet para técnico do mesmo?

    Reply
      1. Fernando S

        Creio que não. Acho que há uma interferência muito grande da família na carreira dele.

        O que não se pode negar é de que se trata de um atleta esforçado/trabalhador. Até o Larri comentou isso.

        Reply
  22. Fernando

    Poucos comentários, mas de qualidade jornalística inegáveis.

    Torço por sua melhora, e espero desfrutar mais de suas informações e comentários sobre o mundo do tênis!

    Reply
  23. Sergio Ribeiro

    Caro Chiquinho, vendo no Ace a discussão no bom sentido sobre a presença de Federer no FINALLS , me chamou a atenção de nem Saretta, tao pouco você , comentarem que se for bem na Basiléia e obviamente em Paris, nao precisaria jogar ATP 250, como os outros estão fazendo esta Semana. Em INDOOR , o Suíço nunca pode ser descartado. Outra coisa, Annacone amigo pessoal de Roger, nao foi demitido agora. Saiu depois do US OPEN, como o próprio revelou. Também nao comentaram. ABS!

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Sergio vc tem razão. Deveria ter sido mais enfático ao citar que antes dos pontos decisivos de Paris, Federer jogaria em casa. Na realidade, não quis cortar o comentário do Saretta e, logo depois, a Renata chamou outro assunto. Não quis voltar para trás e arriscar tirar o dinamismo do programa. Mas, eu também fiquei com isso atrás da orelha, de que não ficou claro o calendário de Federer. Mas como os pontos decisivos serão mesmo os de Paris, acho que não prejudicou. Quanto ao Annacone não importa de que maneira isso seja definido, mas houve um fim de relacionamento e tudo fica por uma questão de semântica.
      abs
      Chiquinho

      Reply
  24. oswaldo e. aranha

    Não aguento mais ver tantas loas sobe o Nadal, afinal ainda existem grades tenistas a serem noticiados.

    Reply
  25. MARILIENSE

    O ano não poderia ter sido melhor para o fenômeno Rafael Nadal , considerado pelos monstros do tênis( Borg,Connors,Becker, Agassi) como o melhor tenista de todos os tempos. Dez títulos, sendo 02 G Slam e 05 Mater 1000, somando a isso as surras humilhantes em seu freguês Roger “panga” e ao rival Djokovic, segue Nadal reescrevendo a história do tênis com a volta ao topo pela terceira vez . E ainda dando uma colher de chá deixando as sobras da China para os seus amigos do circuito, porque …. ganhar tudo fica parecendo coisa de mal educado rê……Feliz Nadal a todos

    Reply
  26. MARILIENSE

    O que mais me impressiona é a forma física do Roger Federer. O cara não caaaaaansa nunca…….. de apanhar o Nadal, vaaaaamoooooooos toro kkkkkkkkk ….

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *