Djokovic coroa uma geração de tenistas geniais
Por Chiquinho Leite Moreira
novembro 8, 2021 às 6:05 pm

Com mais uma marca histórica, a de terminar o 7º ano na liderança do ranking, Novak Djokovic caminha para ser o maior recordista de todos os tempos. Isso numa geração de números inimagináveis como os 20 troféus de Grand Slam de cada um dos integrantes do Big 3. Há tempos, quando Pete Sampras conquistou o seu 14º Major, não se acreditava que algum tenista seria capaz de superar o norte-americano. Um pouco antes, em 1981, também era difícil esperar que alguém poderia levantar por sete vezes a Taça dos Mosqueteiros, em Roland Garros, numa das façanhas de Bjorn Borg.

Na realidade, nunca é demais enfatizar, temos o privilégios de sermos contemporâneos de geniais jogadores como Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic. O sérvio, porém, se apronta para reinar absoluto em termos numéricos. Já avisou que seu objetivo é esse.

Na atual temporada, Djokovic chegou a 346 semanas na liderança do ranking, terminou o ano no topo pela 7ª vez, chegou ao maior número de Masters 1000, com 37 troféus e não deve parar por aí.

Só que existe ainda um grande desafio pela frente: o número de títulos na ATP. Este recorde está nas mãos de Jimmy Connors, com 109 troféus. Nos últimos quatro anos, Djokovic ganhou 18 torneios. E para igualar o norte-americano, o sérvio precisa vencer mais 23.

Há uma diferença também na relevância dos campeonatos conquistados. Connors ganhou muitos torneios pequenos, que entram na conta, é claro, mas não representam a mesma dificuldade de, por exemplo, 20 Grand Slam, cinco Finals, ou 37 Masters 1000. Mas se Djokovic avisou que espera estabelecer todos os recordes, o melhor é mesmo esperar para ver.


Comentários
  1. Rafael

    Qual o porquê do título? O que tem a ver as conquistas do Djoko nesse momento com os outros gênios do tênis? Ninguém discute a qualidade e importância do Big 3, mas a ênfase tem que ser nas conquistas históricas do sérvio, pois o momento é todo dele!

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Rafael conquistar 20 títulos de Grand Slam sem uma concorrência tão acirrada como a de Federer e Nadal seria um cenário diferente. Sampras brilhou com 14. Portanto 20 sendo contemporâneo do suíço e do espanhol causa ainda maior impacto… não acha?

      Reply
      1. Rafael

        Não discuto isso de forma alguma. Só acho que o foco, nesse momento, tem que ser o Sérvio pelos feitos históricos e espetaculares. Veja que 2021 espetacular ele está vivendo, independentemente dos outros 2 craques. Enfim, é só minha visão.

        Reply
  2. waldir santos

    djoko sente pressão e cogita não jogar mais em 21 e inscrição de nole em paris gera suspense….voce quer enganar a quem….quanto voces comentaristas brasileiros mais torcem contra, mais ele ganha….voce falou de 3 records, esta enganado agora são 8…..tem mais vitorias sobre nadal e federer, que namoro, quanto djoko apareceu os dois já tinham varios grand slam e master 1000 e jogar com rodrik e a entre safra era mole…djoko surgiu em 2008 veja na ultima decada os resultados dos tres ….um baile…..me responda se tem coragem….waldir

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Obrigado pela audiência…. E como diria o filósofo Fausto Silva é lendo que se aprende a ler… e a escrever tb, acrescentaria eu

      Reply
      1. Emerson

        Chiquinho, eu admiro a sua paciência e do Dalcim com esses analfabetos funcionais que só entendem o que querem.
        É o raciocínio raso de quem não consegue pensar em nada que não seja alguém concordando com tudo que diga. Aposto uma nota de 3 reais como ou é bolsominion ou é petralha. Todo mundo está errado e só ele está certo sic.
        Mas voltando ao tênis, como é incrível poder assistir às belas devoluções do Djoko, aos winners de top spin do Nadal de qualquer canto da quadra e os voleios mágicos do Federer.
        Eles são muito maiores que esses fanáticos cegos.

        Abraços!

        Reply
        1. Chiquinho Leite Moreira

          Boa Emerson… o legal é que estamos vendo 3 dos maiores nomes da história do tênis numa mesma época. Não escondo que era fã do Connors e qdo sobrava um tempo nas coberturas sempre ia ver o americano em ação. Mas tb uma pena o episódio com Aaron Krickstein. Qdo muleque curtia o Borg. Tenho até hj um agasalho vermelho e branco da Fila. Comprei bermudas do Agassi e não sei como perdi a do Sampras. Enfim, como vc, temos de curtir tudo que o tênis nos proporciona.

          Reply
    2. waldir santos

      não respondeu e não vai responder….o chiquinho tem dificuldade ao falar de nadal e federer…..namoro antigo….waldir

      Reply
      1. Chiquinho Leite Moreira

        Poxa, sinceramente, não gosto de criar intriga e tenho sempre muito respeito com todos. Mas se vc detesta tanto este espaço pq está sempre seguindo? Temos sim excelentes comentaristas de de tênis e vc pode buscar nas mídias sociais… boa sorte

        Reply
  3. waldir santos

    esqueçe o federer ele já morreu para o tenis e o nadal sem vitaminas vai se machucar toda hora é o preço….e para de falar em big tres, agora é big 5 falei 5…..djoko, medevedev, zverev, tisitpas e thiem…..gardou…..parabens….waldir

    Reply
  4. DANILO AFONSO

    Chiquinho, não acredito que DJokovic esteja pensando no recorde de títulos da ATP. Há anos que ele vem adotando um calendário enxuto, e dias atrás disse que irá focar nos grandes eventos para ficar com a família.

    Ainda bem que a ATP faz questão de dar relevância ao Big títulos que o sérvio vem abrindo cada vez mais diferença aos demais. Vejamos como está agora a luta nesta corrida:

    https://www.atptour.com/en/news/djokovic-paris-2021-big-titles

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Concordo plenamente com vc. Acho até prudente ele selecionar os grandes eventos e não fazer como Connors ou tb como aconteceu com ingrained Vilas em relação aos torneios de saibro.

      Reply
  5. Walter S.

    Parabéns pelo texto, Chiquinho, São 3 gênios, de fato. Essa final mostrou isso. Djoko teve que sair da sua zona de conforto ou perderia o jogo. Mostrou que tem armas pra mudar de estratégia, caso necessário. Isso que faz a diferença desses 3 pro restante do circuito.

    Reply
  6. Jorge Diehl

    Excelente texto Chiquinho! Parabéns
    Uma pergunta! Você acha Djokovic um dos atletas mais completos da atualidade? (Físico, Mental, técnica e estratégia)

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Jorge pergunta difícil. Mas não resta dúvidas de que é um tenista completo com um repertório de golpes invejável. Faz tudo muito bem e fica até difícil destacar a devolução de saque como uma de suas maiores armas. Enfim é um dos gênios da modalidade

      Reply
  7. Leandro Santos

    Sempre muito bom acompanhá-lo aqui e na Tv, caro Chiquinho! Siga firme e forte, seus fãs são maioria!!
    No site da ATP (Brain game) o responsável ressaltou o saque e voleio utilizado pelo Djoko, vc acredita que alguém da nova geração tenha qualidade e coragem para usar esta tática na atualidade?
    Abraços!!

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Saque e voleio? Hj está difícil né… afinal com empunhaduras arrojadas os golpes de fundo estão bastante regulares. Mas, sem dúvida, há tenistas com muita habilidade na rede.
      Mas não acredito que a gente possa ver, por exemplo, a grama de Wimbledon desgastada em forma de triângulo, como antigamente.

      Reply
  8. Flavio

    A crítica que foi feita aqui ao texto e com a qual concordo, é que a imprensa não consegue elogiar os feitos de Djokovic sem citar Nadal e Federer. Obviamente ser contemporâneo dos 2 gigantes do tênis só engrandece as conquistas de Djokovic, mais precisamente pelo tanto que ele os tem superado. Porém, em momentos como os de agora, quando Djokovic pode ser admirado pelas suas qualidades excepcionais como tenista, tão somente pelas suas próprias qualificações, ele não merece ficar o tempo todo sendo comparado aos outros dois. Ele merece ser visto e analisado individualmente, enaltecendo sua maestria como o excepcional tenista que é. Apenas isso!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *