TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Indian Wells dá o sinal de alerta
Por Chiquinho Leite Moreira
março 9, 2020 às 3:22 pm

O cancelamento do ATP 1000 de Indian Wells não pegou apenas jogadores de surpresa. A decisão foi drástica e tomada sob pressão. A organização do torneio já havia anunciado diversas medidas preventivas, como o uso de luvas pelos pegadores de bola e a proibição dos boleirinhos de tocar nas toalhas dos tenistas. Chegou-se até mesmo a se cogitar a disputa da competição sem público, apenas com transmissões de TV. Mas, nem tudo isso foi suficiente. E, embora o discurso seja de “não pânico”, o sinal de alerta está acionado.

A expectativa fica agora para o Masters de Miami.  Segundo os twitters disparados pela rede internacional de notícias de tênis há muito mais casos confirmados de Coronavírus na Flórida, do que propriamente na Califórnia.

Diante da eminente possibilidade de não poderem trabalhar, os tenistas espernearam. A primeira reclamação foi a de que não foram avisados com a devida antecedência. Mas ganharam apenas o direito de utilizarem as instalações de Indian Wells para treinamentos. Ainda não oficial, mas os jogadores da chave principal de simples podem receber prêmio de primeira rodada, US$ 18,155, enquanto os outros terão mais alguns dias de acomodações pagas.

E neste clima de incertezas, enquanto Rafael Nadal usa as redes sociais para mandar mensagens otimistas, como a de que espera por soluções breves, jogadores menos afortunados correm para competições menores para seguir exercendo a profissão..

Não há dúvidas que o início do calendário de 2020 para a série dos torneios Masters 1000 está seriamente ameaçada. Mas também o ATP 500 do tradicional Torneio Conde de Godó, já se manifestou ao cancelar a apresentação à imprensa da competição. A Espanha, até a manhã desta segunda feira, dia 9 de março, contabilizava 999 casos de Corona Vírus, com a maior parte em Madri. Mas Barcelona também vive estas preocupações com eventos que reúnem milhares de pessoas.

Há situações consideradas piores. Os dois maiores exemplos são Monte Carlo, devido a proximidade com a Itália, e, é claro, o Aberto de Roma, no Foro Itálico.

A esperança para eventos como a Olimpíada de Tóquio,  segundo um amigo jornalista japonês, Kaoru Takeda, fluente em português, é a de que com a chegada do verão a situação melhore. Ele adverte que no período dos Jogos as temperaturas são muito altas no Japão. Por isso, mantém-se o clima de expectativa, acompanhado, é claro, por incertezas.

 

 

 


Comentários
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Se comprou direto com o torneio será reembolsado. Aliás antes mesmo do cancelamento já haviam avisado que quem quisesse poderia desistir e teria o dinheiro devolvido

      Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>