AO sonha com duelo Federer vs Nadal
Por Chiquinho Leite Moreira
janeiro 23, 2017 às 2:00 pm

Sem a presença dos líderes do ranking, Andy Murray e Novak Djokovic, mas com a participação de dois dos mais carismáticos jogadores do mundo, o Aberto da Austrália vive a expectativa por um duelo entre Roger Federer e Rafael Nadal. Seria realmente um sonho ter a possibilidade de reviver uma das mais memoráveis rivalidades da história do tênis. Só que ainda há muito pela frente.

Mas como diria o poeta argentino Kevin Johansen “que lindo que é sonhar… e sonhar não custa nada” então não há dúvidas de que ter Federer e Nadal na decisão do título seria um prêmio para este Grand Slam tão cheio de surpresas. O tenista suíço vem fazendo apresentações de encher os olhos. Aulas de tênis e toda sua genialidade estão em pauta. Legal vê-lo de volta, após cirurgia, e com entusiasmo de um juvenil, mesmo depois do 30.

A felicidade da torcida pela chegada de Rafael Nadal novamente às quartas de final de um Grand Slam não é menor. O tenista espanhol atravessou uma fase difícil. Mas impôs sua marca: a superação. Diante de Gael Monfils teve de usar todos os seus recursos.  O francês e um adversário complicado. É talentoso, atua de forma espetacular e com jogadas cinematográficas. Mas vive num sobe e desce danado, ora com momentos sensacionais, ora com baixa intensidade. Nadal manteve a sua conhecida regularidade para avançar na competição.

É claro que muita gente quer ver Federer e Nadal no próximo domingo em Melbourne. Só que a semana exibe outros grandes nomes em ação. O suíço tem pela frente os surpreendente Mischa Zverev, que vem de vitória sobre o número um e só Deus sabe como vai se comportar na próxima partida. Ainda neste lado da chave estão consideráveis oponentes como Stan Warinka e Jo-Wilfried Tsonga.

Nadal vai com Milos Raonic, embalado pela boa campanha em Melbourne, e com sede de vingança pela recente derrota em Brisbane. Ainda nas quartas estão David Goffin e o que já foi conhecido como “baby Federer” Grigor Dimitrov. Afinal, como disse o próprio Federer ao entrevistador Jim Courier após a exibição de um clipping… “Grigor é bonitão, mas não canta nada.”

 


Comentários
  1. Tarcisio Colares

    Acho que o Mischa Zverev vai sucumbir ao Federer, mas pro suíço chegar na final, terá de jogar demais contra Wawrinka numa semifinal. No entanto, se Tsonga avançar às semis, Federer é favoritaço à final.
    Do outro lado, penso que o favoritismo é de Raonic, embora não se possa duvidar nunca do Nadal. Entre Goffin e Dimitrov, acho que búlgaro chega nas semis.

    Reply
  2. Júlio Marinho

    Olá, Chiquinho.
    Eu entendi que quis colocar a brincadeira do vídeo do federer e do dimitrov cantando, mas ficou sem sentido nenhum no texto. Começou com um “Afinal”, mas a conclusão ficou sem sentido total com o que estava sendo falado sobre os confrontos e os outros vivos na chave.
    Valeu! Abraço

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Quis dizer que o Dimitrov é bomitão, mas não canta nada… o Dimitrov parece com o Federer, mas não joga nada…
      Esta é a ironia

      Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Poxa eu li aqui no TB Sydney…mas vou corrigir… estava fora no início do ano. Meu palpite é Nadal

      Reply
  3. Ernesto

    Nesse AO , Federer parece em RG 2009… depois da vitória de cinco sets sobre Tommy Hass levou o título de forma incontestável… depois dessa vitória espetacular de cinco sets sobre Nishikori , difícil ficar sem o título…

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *