TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Master Class do FedEx
Por Chiquinho Leite Moreira
janeiro 20, 2017 às 12:51 pm

Quando Roger Federer surgiu no circuito com talento e categoria, a imprensa internacional utilizava-se de alguns termos para definir suas atuações: Master Class para os casos de vitórias como esta sobre Tomas Berdych. Uma verdadeira aula de tênis em grande estilo. Ou FedEx numa divertida comparação, definida como Federer Express, ou seja, jogos rápidos, como este da Austrália com cerca de 30 minutos para cada set.

Em Melbourne Park 2017, Roger Federer repetiu estes dois momentos. Uma vitória incontestável, de rara beleza, com aula de tênis e tudo muito rápido.

Este cenário revela um Federer num momento especial de sua carreira e vida. Experiente, joga do seu jeito, solto e descontraído. Assim… “soltinho da silva” fica difícil segurá-lo. Incrível o número de acertos do suíço. E impressionante o número de bolas que está batendo na subida. Sem contar seus toques geniais.

O próprio Federer reconheceu em uma gostosa entrevista ao ex-numero um, Jim Courier, que não esperava estar jogando tão bem. Mas tudo parece ser resultado de seu estado de espírito. Decidiu que sua vida ainda está nas quadras, no circuito. Gosta do que faz. E experimentou o outro lado, por mais de seis meses ano passado, quando atravessou um período de recuperação de cirurgia. Curtiu a família, a sua casa, a exuberante vista do terraço na Suíça, mas sentia saudades do ‘tour life’. E pelo comportamento da torcida na Rod Laver Arena, a saudade era mútua.

A água que ele bebe – Muito se fala de vida espartana aos atletas de alto nível. Não há dúvidas de que o esporte competitivo exige sacrifícios e hábitos saudáveis, com dietas rígidas. Mas Roger Federer conferiu um tom humano ao seu jeito de ser. Admitiu que gosta muito de sorvete e chocolate e não dispensa essas guloseimas nem mesmo nas vésperas de jogos. Quem sabe não seja o espinafre do Popeye…


Comentários
  1. Cynthia - Araçoiaba

    Foi um espetáculo!! Um privilégio!!! Hoje ele jogou no “God mode”!! Irretocável!!! Espero q ele continue soltinho da Silva para nosso deleite!!! E como suíço, seu chocolete tbem é o melhor!!!!!

    Responder
  2. Alan

    Grande, Chiquinho! Texto suave e descontraído como o jogo do suíço multicampeão. Concordo com tudo que você escreveu e apenas acrescentaria que depois de duas atuações claudicantes (pro gasto, como se diz) foi impressionante acompanharmos uma performance que, além de muito consistente e repleta de variedades com direito à execução de quase tudo de um arsenal aparentemente inesgotável, foi de uma aplicação tática há muito não vista no jogo do Federer. Não ousou impor-se teimosamente, partindo para a pancadaria que o tcheco tanto gosta tampouco permitiu-se “sair” do jogo com por vezes faz. Atuação maravilhosa e consistente. E como você disse, soltinho assim, é pedreira para qualquer um, embora tenha pela frente uma chave duríssima. Mas por enquanto, louvemos essa verdadeira “clínica” que foi dada pelo maestro suíço diante da lenda Rod Laver e de milhares (in loco e milhões pelo vídeo) de fãs. Vida longa ao King Roger!

    Responder
  3. Henry

    O suíço é, sem dúvida, excepcional em todos os aspectos!
    Não só é um jogador genial como também é inteligente, espirituoso e boa praça como todos podem conferir em suas entrevistas.
    Ele gosta de falar e sabe se expressar muito bem, tem um fino senso de humor.
    Espantoso esse Federer!

    Responder
  4. Mário Fagundes

    Realmente uma atuação impecável de Federer, de encher os olhos, que impressiona mesmo. A chave é dura, mas ainda assim, tem um jogo ganhável diante de Nishikori. Vida longa ao Master Class Fedex!

    Responder
  5. Ernesto

    Quanto mais a quadra estiver rápida , melhor para o Federer… como Ayrton Senna nos dias de chuva… para gênios , a dificuldade facilita… 18° Slam está mais perto do que se imagina !

    Responder
  6. Carlos Alberto Alves

    O Federer é gênio, quando este cara parar o tênis já não será mais o mesmo, ele está no mesmo nível de Michael Jordan, Pelé e Usain Bolt, feliz somos nós de termos o privilégio de assistir esta lenda das quadras. Life long to the King!! GO ahead Federer!!!

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>