TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Djokovic: cadê o glúten?
Por Chiquinho Leite Moreira
janeiro 17, 2017 às 3:21 pm

Uma cena pouco comentada  (mas envolvendo um assunto que chegou a ser discutido na coletiva de imprensa) na estreia de Novak Djokovic no Australian Open aconteceu num dos momentos mais equilibrados do segundo set. Depois de uma longa troca de bolas diante do sempre perigoso Fernando Verdasco, o tenista sérvio acusou o golpe. Usou a raquete como bengala e revelou um cansaço preocupante.

Esta é uma situação que pode atingir qualquer tenista. Mas com Djokovic é diferente. Ele há tempos tornou-se uma referência em condicionamento físico. Até mesmo divulgou seus segredos com uma dieta que levou o glúten a ser visto como vilão para muita gente.

Djoko tem um físico invejável. Mas desde os últimos meses do ano passado tem dado sinais, avisos. Lembro que no Finals, diante de Andy Murray, perdia por 2 a 4 e jogou dois games como número um do mundo. Empatou o set por 4 a 4, só que terminou a ano como número dois.

Sem reclamar, mas revelando uma verdade, Djokovic disse após a vitória sobre Verdasco, que o tênis tem a temporada mais exigente de todos os esportes. Confessou que teve pouco tempo de férias, só que se deu por satisfeito com o período disponível para estar com a família e recuperar-se.

A parte física é determinante para uma modalidade com uma temporada tão exigente. Djoko também comentou isso de certa forma, ao afirmar que Murray teve dois meses esbanjando forma física e técnica ao final do ano passado. Portanto merecendo a conquista da liderança do ranking.

É claro que a data do Aberto da Austrália é ingrata. Mas há muito tempo que se comenta nos bastidores uma verdade: quem chega a Melbourne bem fisicamente, dificilmente deixa de ir para as finais.

Virada à brasileira – Rogerinho Dutra Silva deu uma lição de perseverança. Mesmo depois de estar perdendo por dois sets, com apenas três games marcados, teve força para virar o jogo e ganhar em cinco sets. O resultado é reflexo de sua história e carreira.

 


Comentários
  1. Marcos RJ

    Posso estar enganado, mas a dificuldade fisica foi muito mais por conta do calor extremo do que por conta da alimentacao. Djokovic continua sendo o favorito para ganhar o torneio, enquanto Sir Andy Murray o favorito para mais um vice-campeonato.

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Marcos legal sua opinião, mas procurei deixar nas entrelinhas que Djoko precisa de stamina e qto é difícil manter o alto rendimento físico em uma modalidade tão duradoura. Enfim, vamos aguardar

      Responder
  2. gustavo

    O problema do Djoko é puramente mental… nada de problemas físicos. Muito tempo no topo, todos os maiores objetivos alcançados, dinheiro nem se fala… fica difícil manter a motivação! Ele precisa buscar uma fonte de motivação, senão em jogos disputados, sempre vai faltar “aquilo” a mais. Antes da conquista de RG, mentalmente Djoko era até mais forte que Nadal. Torço pra que ele encontre alguma maneira de se motivar novamente, Djoko faz bem ao circuito.

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>