Dimitrov ao estilo Federer
Por Chiquinho Leite Moreira
maio 7, 2013 às 11:01 pm

Por volta dos 13 a 14 anos, Grigor Dimitrov ganhou destaque pela primeira vez ao receber proposta milionária de uma grande agência. Diziam que sua carreira já estaria dirigida, com patrocínios etc e tal. De repente, foi treinar na academia de Patric Mouratoglou, nos arredores de Paris, sem a mesma estrutura e gigantismo, mas com uma inacreditável ousadia de marketing e divulgação. Tudo o que fazia era uma suposta noticia. Mostrou potencial ao vencer os torneios juvenis de Wimbledon e US Open, em 2008. Aos poucos, porém, as coisas se encaixaram. E agora, justamente quando o deixaram um pouco mais tranquilo, ele estoura como a mais nova estrela do tênis mundial.

Não apareceu perigosamente sem avisos. Há apenas alguns dias, Rafael Nadal já havia advertido que o búlgaro logo se tornaria um top ten. Depois do que fez em Madri, ninguém tem dúvidas de seu potencial e brilhantismo.

Em 2012 a revista Deuce publicou reportagem em que Dimitrov era definido como o próximo Roger Federer. E não é que ele joga num estilo bem parecido. Reparem na sua esquerda. Lembra muito o tenista suíço. Também o saque. Só que ele nao faz isso como uma ferramente de marketing. Aprendeu que além da divulgação, mais importante é jogar tênis… e bem.

Nem mesmo quis aparecer quando andou ao lado de Maria Sharapova. Os dois foram vistos juntos, mas não foi flagrado em nenhuma foto ao lado da russa. Andava com alguns metros de distância para não dar chances ao paparazzis. Hoje não vai mais conseguir fugir do estrelismo.


Comentários
  1. Pablo Fernandez

    Hoje foi daqueles dias em que testemunhamos um futuro top ganhar um daqueles jogos que sāo uma quebra de paradigma e ponto de partida rumo ao topo? Eu acredito que sim, acho q só faltava pro Dimitrov acreditar nele mesmo que poderia ganhar do trio (quarteto) de ferro. E é muito bom que tenhamos mais jogadores desse tipo no circuito, que ja tava ficando um pouco previsivel com nas ultimas tres temporadas (basta ver que nos ultimos 9 anos só o Delpo se intrometeu entre a alternancia Murray, Djoko, Federer e Nadal)
    E eu queria ver outros caras que tem talento, mas pouca força mental e constancia, como o Gulbis, Wawrinka, Raonic, q sao caras q tem tenis pra ganhar e ser top 10

    Reply
    1. Pablo Fernandez

      ah, e complementando: o DImitrov é demais, mas vai pegar um Wawrinka que tá com a confiança lá no alto. Jogao!

      Reply
    2. Chiquinho Leite Moreira

      Nao podemos esquecer q Djoko teve uma torcao. Se ele quer vencer em RG precisar tratar a lesao q vem desde a Davis
      abs
      Vhiquinho

      Reply
      1. Jose Yoh

        É verdade, isso foi pouco comentado. Porém a torção veio depois que o Dimitrov já tinha ganho um set, o que não é pouco.

        Reply
    1. G.K

      Acabei de ler o blog do Dalcim, o assunto é exatamente o mesmo daqui só que ele menciona o Federer uma única vez e bem no final do texto.

      Aqui o Federer sempre está no título mesmo quando o assunto é outro tenista.

      Parcialidade Federista.

      Reply
      1. Luiz Fernando

        Tem mais uma semelhança dele c o Federer: a falta de preparo fisico nos jogos prolongados kkkk!

        Reply
        1. Chato Detector

          Você demonstra que sabe tudo sobre Tenis, uma verdadeira enciclopedia do esporte. O suiço deve ser magico para ganhar 17 Gand Slams com esse preparo fisico ruim, sendo um deles com quase 31 anos. Sorte dos demais jogadores, caso contrario já teria ganho uns 30 GL’s ao invés de “apenas” 17.

          Reply
    2. Chato Detector

      Fazer o quê se o suiço é considerado o melhor de todos os tempos. Quem nao gosta do esporte que vá ler sobre futebol. Sorte sua que existem varios blogs especializados no assunto, então espero que goste do Neymar, do Messi, Pelé. etc…

      Reply
      1. G.K

        Nadal campeão em Madrid.
        Pra que escrever sobre isso?
        Vamos esperar o Federer espirrar para escrver dele.
        Lamentável.

        Reply
  2. Amilton Fonseca

    Esse Dimitrov joga muito. O que esse cara respondeu de bola hoje contra o nole é coisa de gente grande. Transição imprevisível diante do domínio do quarteto fantástico. Se conseguir manter o foco será o próximo número 1 depois do domínio, ou até quem sabe ainda durante a era dos quatro grandes do circuito.

    Reply
  3. Joel

    É isso ai, ver esse garoto, jogando e fazendo tudo o q o Mestre faz e ainda parecer com ele no estilo também, e até a raquete é parecida. Isso é maravilhoso, até que enfim apareceu alguém pra nossa alegria chiquinho.
    abç!!!!!

    Reply
  4. Jk

    Pode ser que ele jogue bem mas desconfio que essa derrota faz parte da estratégia de Djokovic. Assim como nas derrotas anteriores, perdeu para caras que costumava dar surras (Hass – por exemplo), além disso são poucos pontos para defender em Madri; o objetivo dele parece-me óbvio, desbancar Rafael Nadal em Roland Garros. Em Monte Carlo, seu quintal, ele conseguiu.

    Reply
    1. Eduardo

      A verdade é que Djoko, por não ter muitos pontos a defender em Madrid, não se preparou para o torneio. Tanto foi verdade que no terceiro set, situação que nunca presenciei nos seus jogos, depois de algumas trocas de bolas, ele estava ofegante e sem energia para bater na bola. Isso corrobora sua declaração de ter ficado 12 dias sem pegar na raquete. Acho que em Roma vamos ver um Novak bem diferente.

      Reply
  5. Marcelo Dias

    Bom Dia! Se eu pudesse, gostaria de fazer uma pergunta ao Dimitrov: gostaria de saber se ele copiou o estilo, o swing do Federer? É tão parecido, que mais ou menos um ano atrás o vi atuar num torneio do Master 1000 e me assustei com a semelhança. É impressionante.

    Chiquinho, você sabe algo a respeito? Por acaso ele já respondeu a esta pergunta? Ele é fã do RF?

    Grande abraço!

    Marcelo Dias
    Maringá-PR

    Reply
  6. Luiz Paulo Senna

    Assisti o jogo e apesar de Dimitrov mostrar várias virtudes e ter tempo e idade para ser um grande jogador Top 10.

    Ele só venceu a Djokovic pq o sérvio errou muito ontem, pontos fáceis e bolas q NORMALMENTE ele não erra. No somatório Nole deu inúmeros pontos a Dimitrov, q soube aproveitar muito bem.

    Reply
  7. Ricardo B. de Carvalho

    Concordo com o Pablo Fernandez em relação ao “polaco suiço”. Tem o mesmo potencial do Gustavo Kuerten, mas olha mais para o sapato de tenis.

    Reply
  8. Eduardo

    A três anos atraz vi o Dimitrov jogando e na mesmo hora observei que tinha o mesmo estilo do Federer. E tambem apostei que logo seria um top ten. Hoje aí está outro fenômeno do tênis. Parabéns Dimitrov!!!

    Reply
  9. Marcelo Costa

    Como é bonito um tenista bater revez com uma mão, esse garoto deixa uma esperança que este golpe de uma mão ainda tem muita lenha para queimar.

    Reply
  10. augusto fiães

    Chiquinho, o cara é bom mesmo!!! Tomara que chegue rápido ao top 10 pq entre o 6o e o 10o tá chato…

    Vlw

    Reply
  11. vitor domingos

    Chiquinho que transmissão ruim da band hoje de manhã narrador horrivel e pessoas falando no fundo .espero que melhor para Paris.

    Abraços

    Reply
  12. Sergio Ribeiro

    Independentemente das semelhanças Chiquinho, temos visto a tempos as dificuldades das Grandes promessas de se firmar, após a Era Rafa Nadal ,em função do fantástico preparo dos TOPs. Eu te pergunto Chiquinho, nao e muito melhor um talento como Dimitrov vir aos poucos, e’ o sexto ano consecutivo que ele sobe no Ranking, podendo chegar ao Top 20 mesmo no Saibro, do que tantos tiros curtos dos últimos anos ?ABS!

    Reply
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Sergio concordo com vc. Mas é que a expectativa inicial era tremenda. Porém, aos poucos, sedimentando cada passo é decisivo.
      abs
      Chiquinho

      Reply

Deixe uma resposta para Ricardo B. de Carvalho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *