TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Quem pode bater Andy Murray?
Por Chiquinho Leite Moreira
setembro 6, 2016 às 1:53 am

Se Andy Murray voltar a repetir a atuação que teve diante de Grigor Dimitrov realmente ficará difícil saber quem pode bater Andy Murray. O britânico esteve impecável na noite desta segunda feira na Arthur Ashe, num espetáculo poucas vezes visto no tênis. Não se pode dizer que o búlgaro jogou mal. Seria injustiça e falta de reconhecimento ao que Murray fez em quadra.

Com excelentes resultados desde a final de Roland Garros, Andy Murray deu apenas um tropeço no seu caminho para assegurar a posição de melhor tenista da temporada. Só deixou escapar o título em Cincinnati, diante do sempre perigoso Marin Cilic. Fora isso, venceu até mesmo quando não jogou bem, como no duelo contra o italiano Paolo Lorenzi.

Murray vai ter pela frente Kei Nishikori, a quem venceu recentemente no Rio 2016. Enquanto Novak Djokovic terá também um difícil teste diante do francês Jo-Wilfried Tsonga. Aliás, a performance do sérvio segue envolvida em suspense. Ele não esteve bem na estreia contra Jerzi Janowicz. Mas também diante deste polonês, que bate como um louco na bola, é difícil fazer uma aferição. Depois, o número um do mundo não chegou a ser testado, com sorte pelas desistências e por ter encontrado Kely Edmund pela frente. Resta saber também como andam suas dores no cotovelo.

Se Andy Murray deu show na última rodada, acredito sempre que Djokovic tem a virtude de se superar. É claro que ainda há alguns degraus até que se possa ver este dois na decisão do título. Mas não há dúvidas de que seria um objeto de desejo dos amantes do tênis. Sim… não vamos esquecer de Juan Martin Del Potro, que irá duelar com Stan Wawrinka, mas vejo nos cabeças um e dois um encontro com ingredientes mais atraentes.

E, para terminar, curiosamente num torneio em que se falou tanto da nova geração, o tênis norte-americano chega às quartas de final com apenas um nome no US Open. E não por acaso é Williams, Serena… apenas ela.

 


Comentários
  1. Jeosan

    Chiquinho,

    Acho curioso o fato de Murray está fazendo uma temporada fantástica somente após ter alçado o posto de número 2, pois assim somente enfrentará o número 1 em uma eventual final, ou seja, pelo chaveamento não tem como enfrentar Novak antes e, para mim, isto está sendo crucial para Murray, no aspecto mental de seu jogo. Afinal, Murray é um dos maiores “fregueses” do Djoko.

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>