TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Final feliz na Davis em BH
Por Chiquinho Leite Moreira
julho 18, 2016 às 4:31 am

Apesar do sufoco, a Copa Davis teve um final feliz. O Brasil, enfim, confirmou o favoritismo e com a vitória de Thomaz Bellucci sobre Emílio Gomez garantiu vaga para o playoff do Grupo Mundial. O Equador também saiu satisfeito. Afinal, com jogadores acima dos 300 do ranking mundial fizeram jogos equilibrados, emocionantes e bonitos. E para completar o Minas Tênis Clube mostrou competência e estrutura para ser sede do evento. A torcida colaborou, deu uma linda atmosfera às partidas e os mineiros estão de parabéns.

Agora é esperar pelo sorteio nesta terça-feira para ver onde e com quem o Brasil vai jogar. BH já se candidatou. E os mineiros garantem: não seria problema nenhum colocar uma quadra de saibro no lugar do piso sintético utilizado no confronto contra o Equador.

A escolha da sede, porém, vai depender de uma série de fatores. Mas uma coisa ficou bem clara neste fim de semana em BH: não se pode ‘cantar’ vitória antes do tempo. A superfície sintética por pouco não se transformou em armadilha. Além disso, o ranking dos adversários não é real, sem dúvida nenhuma. Tanto Emílio Gomez, 317, como Roberto Quiroz, 434, jogam um tênis de alta qualidade e suas classificações não refletem a qualidade e nível técnico apresentado pelo dois.

Assim, se alguém pensava que o confronto poderia ser decidido ainda no sábado, possivelmente sem sequer a perda de sets, a Copa Davis deixou mais uma lição…respeito é bom e eu gosto.

 


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>