TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Davis: “o jogo é jogado e o lambari é pescado”
Por Chiquinho Leite Moreira
julho 15, 2016 às 12:26 am

É claro que o Brasil é favorito para vencer o Equador em confronto pela Copa Davis, em Belo Horizonte. A diferença de ranking entre os jogadores reflete bem esta situação. Mas acho que não se pode cantar vitória tranquila antes do tempo. Posso até parecer exagerado, mas Copa Davis é diferente, tem um outro peso, outros ingredientes. A começar pelo fato de os jogos serem decididos em melhor de cinco sets. Numa maratona destas – vou bater três vezes na madeira –  ninguém está livre de tropeços, torções, cansaço etc e tal. Além disso, é imprescindível respeito ao adversário.

Sei que muita gente não curte o Thomaz Bellucci. Mas ele está longe de ser um idiota. E eu, particularmente, gosto do seu jeito de ser.  É esperto, atento e sabe bem o que faz. Nesta quinta feira cheguei a Belo Horizonte e ao entrevistar o número um do Brasil, ele fez uma advertência importante sobre seu adversário desta sexta-feira, o equatoriano Roberto Quiroz. Ocupa apenas a posição de número 434 na ATP, mas fez o College e, por isso, está pra lá de acostumado a jogar em quadras sintéticas, como a do Minas Tenis Clube.

Esta informação do Bellucci é importante. Cheguei a BH apenas à tarde, depois do sorteio e, após rápida passagem pelo hotel, fui ao ginásio. Encontrei um velho amigo, o técnico equatoriano Raul Viver. Como jogador em torneios no Brasil  se divertia muito nos tempos em que eu estava no Estadão e ele lia a manchete “Viver ou Mattar, quem ganha este desafio? É claro que isso era uma referência às várias vezes em que jogou com o nosso Luiz Mattar. “El flaco” Viver fez uma festa ao me ver. Mas tive de fazer uma pergunta da qual detesto, pois demonstra falta de conhecimento:: “quem é esse aí que está treinando?”. Ele respondeu: “Quiroz”. Poxa, o menino pega bem na bola. É alto, canhoto e saca forte.

Esta minha impressão foi compartilhada pelo capitão brasileiro João Zwetsch. que também viu qualidades no adversário de Bellucci desta sexta-feira. É claro que ninguém vai duvidar que o brasileiro possa passar em três sets. Mas como diz o velho ditado: “O jogo é jogado e o lambari é pescado”.


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>