TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Grama… não só para as vacas… para sonhadores
Por Chiquinho Leite Moreira
junho 28, 2016 às 1:34 am

A frase é folclórica. Não tem uma autoria conhecida e confirmada: “A grama é para as vacas”. Ouvi esta afirmação da boca de Guillermo Vilas, também de Arantxa Sanchez e muitos outros jogadores que tentavam desprezar a tradição de se jogar nesta superfície.  É escorregadia, traiçoeira, mas tem seu valor. Roger Federer não reclama, nem mesmo pensa em algo parecido o próximo adversário do suíço, o professor de tênis Marcus Willis, apenas o número 772 do mundo e que vive o maior sonho de sua vida.

Não fosse esta incontrolável vontade de jogar tênis, Willis jamais poderia ter esta oportunidade de estar no chamado templo sagrado do tênis, com a chance de pisar na quadra central do All England Club. É preciso antes de tudo acreditar.

Este pensamento norteou o técnico de tênis Marcelo Meyer. Certa vez caminhando em direção a Southfields, onde tanto eu como ele estávamos hospedados, ele contou-me sua tática para incentivar seus pupilos, que reclamavam do fato de não saber jogar na grama. “Ora – ele dizia – a chave tem 128 jogadores e pelo menos metade deles não sabe jogar na grama. Vamos p’ra Wimbledon e pronto”.

Acredito que a gente se arrepende mais do que deixa de fazer, do que propriamente do que se buscou. Não fosse assim, o adversário de Novak Djokovic neste primeiro dia teria fugido de quadra depois de tomar 9 a 0. Ward reagiu, foi ovacionado e cumpriu seu papel.

Com este espírito Thomaz Bellucci viveu também o seu sonho. Ganhou um jogo na grama, numa partida em que foi duramente testado diante de Ruben Bemelmans e vibrou. Legal ver o brasileiro motivado em busca de vitórias num piso em que realmente não é familiarizado.

Também Rogerinho Dutra Silva esteve perto de comemorar uma vitória. Levou para o quinto set um duelo com o espanhol Nicolas Almagro, outro, que como diria Meyer, também não sabe jogar na grama.

O mesmo pode-se dizer de Teliana Pereira. Esteve perto de ganhar o jogo em dois sets. Deixou escapar, mas o que se pode cobrar desta tenista que vem quebrando tabus e escrevendo uma linda história no tênis brasileiro. Ela vive um sonho já há um bom tempo…

 


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>