TenisBrasil - Tenis.Com Chiquinho
Oops… e o Djokovic ‘escorregou’ no saibro
Por Chiquinho Leite Moreira
abril 13, 2016 às 6:18 pm

No post anterior, o título destacava:  Djokovic não quer ‘escorregar’ no saibro. E justamente no primeiro grande torneio da famosa terra batida, o número um do mundo caiu, logo na estreia. Independente de seu adversário ter jogado o fino do tênis, o resultado soa como uma advertência para quem sonha com Roland Garros.

Os fatos me revelam que o saibro é a superfície mais exigente do tênis. É claro que a grama tem suas peculiaridades, o cimento sua praticidade. Só que na terra batida um bom saque não resolve o problema, ajuda sim, mas não vejo como decisivo. Os golpes de fundo – tão aperfeiçoados hoje em dia – são fundamentais. E existe grande espaço para todas as outras jogadas, o slice, os voleios, as deixadinhas, ou largadinhas, que os franceses definem carinhosamente de ‘amortir’, ou seja amortizar.

O saibro é tão fundamental para formação da base do jogo de tênis que tenistas talentosos buscaram a Espanha para aperfeiçoamento. Isto aconteceu com o russo Marat Safin e também com o escocês Andy Murray. Nos últimos tempos, os americanos, passando por uma entressafra, aderiram a terra batida para tornar seus novos valores mais completos.

Novak Djokovic é um jogador completo. É difícil destacar qualquer um de seus golpes. Tem todos de uma forma bem linear. Também sabe como poucos a arte de deslizar no saibro. Portanto, pode plenamente recuperar-se deste choque inicial na temporada europeia.

A seu lado na busca do inédito título de Roland Garros existe o fato de no Grand Slam as partidas serem jogadas em melhor de cinco sets. Neste caso, as surpresas são mais difíceis. Mas como disse no post anterior justamente nas primeiras rodadas os favoritos estão mais vulneráveis.

Ficar o alerta para Djokovic. Mas não há dúvidas de que seguirá como forte favorito para Roland Garros 2016.

 


Comentários
  1. WALDIR DOS SANTOS

    ADOROU, NÉ…AINDA TEM VARIOS TORNEIOS 1000 E ROLAND GARROS…….QUANDO FEDERER OU NADAL PERDE NA PRIMEIRA OU NAS OITAVAS VOCE DIZ QUE SE PRESERVOU, POIS TEM AINDA 3 TORNEIOS ANTES DE ROLAND GARROS….ESPERA….ESPERA….ESPERA …QUE VAI COMER VARIAS PICANHAS.

    Responder
    1. Chiquinho Leite Moreira

      Waldir, sinceramente, não sei onde vc quer chegar. Perdão, mas não estou mesmo entendendo. Mas se o assunto for ‘poupar’ acho sim que o Djokovic pode ter pensando em não correr em tantas ‘curtinhas’ sob o risco de estiramento ou qualquer outra lesão. Sofrer problemas físicos, por menor que seja, à esta altura poderia custar o sonho de RG. Ele foi elegante ao não comentar o assunto e elogiar o desempenho do adversário…

      Responder
  2. LEO GUILLER

    Parabens, Chiquinho, pelo ultimos artigos. Localizou bem os desafios do saibro. E foi mal interpretado por alguns fãs do Djoko. Bastou uma semana para aparecer a escorregada rs

    Responder
  3. Luiz Fabriciano

    Chiquinho, devido aos comentários no post anterior, ao ver apenas o abraço dos dois na rede, fica difícil definir o vencedor e o perdedor do jogo.

    Responder
  4. Geonato

    Chiquinho, não abale sua gentileza e a qualidade de seus comentários com pessoas de baixa estirpe. Sua análise sobre o saibro e os grandes campões que não o venceram foi fabulosa. Obrigado!

    Responder
  5. Marcelo-Jacacity

    Chiquinho,

    Parabéns pelo programa Ace! E você foi muito bem nos posts, na mosca.

    E tomara que Djokovic faça história na voz de Oliveira Andrade.

    Responder
  6. Natanael Lobato

    Parabéns pelo Post Chiquinho. Acredito que este escorregão tenha servido de alerta ao Number One, que volte com mais fome, força e gana de vencer. Que em um futuro breve e ligeiro o mesmo consiga quebrar todos os recordes. Abs

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>