Arquivo mensais:maio 2019

Que venha Roland Garros…
Por Chiquinho Leite Moreira
maio 20, 2019 às 6:30 pm

Com o título do Master 1000 de Roma, aos 45 do segundo tempo, em cima de Novak Djokovic, Rafael Nadal reassume, com unanimidade, o topo da lista dos favoritos para Roland Garros. Aliás, tenho dúvidas de que alguém tenha mesmo tirado o espanhol desta condição. Mas é claro que este ano o torneio parece estar bem mais aberto.

Pelo que vi na mídia internacional, os três primeiros do atual ranking do saibro são Nadal, Djokovic e Dominic Thiem. Esta semana dois grandes nomes da terra batida estão em ação no ATP de Genebra, como Alex Zverev e Stan Wawrinka. Sem contar com a volta de Roger Federer ao Aberto da França.

O momento, porém, é de se perguntar se Rafa Nadal vai levantar pela 12a. vez a Taça dos Mosqueteiros. O espanhol tem na prateleira de sua casa uma série de troféus repetidos. São 11 de Monte Carlo e Barcelona; 9, agora, de Roma; e 5 de Madri. No Foro Itálico levantou o primeiro campeonato do ano, mas vale muito mais pelo estágio em que este título veio.

Não há dúvidas de que Nadal é o maior competidor do esporte e a vitória em Roma, com alguns pneus pelo caminho, colocam ainda mais ênfase no que pode acontecer em Paris nas próximas semanas.

Roland Garros também chega este ano com algumas novidades. A Philippe Chatrier está remodelada e a promessa é que em 2020 poderá ter o teto retrátil. Alguns de meus colegas contam ainda que a nova quadra, Simonne Mathieu está exuberante em meio a uma estufa e muita vegetação em um novo recanto do complexo.

Gosto do estilo francês, o que não é novidade para ninguém que me conhece. E, por isso, faço questão de lembrar que Simonne Mathieu não só empresta seu nome a esta nova quadra como campeã de Roland Garros de 1938 e 39, mas também pela sua forte participação na resistência francesa durante a Segunda Grande Guerra.

Em função desta cultura, da tradição e importância do torneio de Roland Garros estranhei um pouco as afirmações do australiano Nick Kyrgios. Ele esteve no All England Club, no SW-19 de Londres, treinando com Andy Murray. Postou fotos das lindas quadras de grama e enfatizou que Wimbledon é o maior torneio do mundo. Alertou que não está ansioso para ir a Roland Garros e terminou: ‘o Aberto da França é péssimo comparado a este lugar’, referindo-se a Wimbledon. E fico me perguntando por que fazer essa menção neste momento? O que teria a ganhar? As mídias sociais são bem legais, mas é preciso saber usá-las…. vocês não acham?